Taxas de juros nas operações de crédito têm queda em junho

reais_calculadora_-_marcos_santos_usp_imagens.jpg
 
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
 
Jornal GGN – Dados da Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (ANEFAC) mostram que as taxas de juros das operações de crédito tiveram queda em junho de 2017, a sétima redução consecutiva e a oitava em dois anos.
 
Foram pesquisadas seis linhas de crédito voltadas para a pessoa física, sendo que duas tiveram elevação de suas taxas em junho (cartão de crédito rotativa e cheque especial) e as outras quatro tiveram suas taxas reduzidas: juros do comércio, CDD-bancos-financiamento de veículos, empréstimo pessoal-bancos e empréstimo pessoal-financeiras.
 
Na média geral, os juros para pessoa física tiveram redução de 0,01 % no mês e de 0,27% no ano. As taxas passaram de 7,65% ao mês (142,20% ao ano) em maio para 7,64% ao mês (141,93% ao ano) em junho, a menor desde dezembro de 2015.

 
Houve redução em todas as linhas de crédito para pessoa jurídica, com redução de 0,03% da taxa de juros média mensal, saindo de 4,53% ao mês (70,17% ao ano) em maio para 4,50% ao mês (69,59% ao ano) em junho, a menor desde fevereiro de 2016. 
 
A Anefac acredita que as taxas de juros poderão continuar caindo junto com a redução da taxa básica de juros, a Selic. Entretanto, com o desemprego elevado e a recessão econômico, há um risco maior de inadimplência, o que pode provocar novos aumentos das taxas de juros para os consumidores. 
 
Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

3 comentários

  1. REDUÇÃO RIDICULA, nem deveria

    REDUÇÃO RIDICULA, nem deveria ser citada, 001% não é redução, em um emprestimo de 10.000

    Reais significa UM REAL DE REDUÇÃO, tenham pudor ao anunciar tal façanha.

  2. Uma vergonha!!!

    Com a deflação a taxa de juros real continua em franca expansão e esses agiotas mentem descaradamente a população oferecendo migalhas enquanto comemoram com muito champanhe e caviar o AUMENTO da taxa de juros real na outra ponta.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome