Caiado diz que STF calou a boca da AGU

Jornal GGN – O senador Ronaldo Caiado, do Democratas, foi o primeiro a falar, depois do intervalo para o almoço, na sessão de votação pela admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado. Ele começou seu discurso informando que o ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki analisou o pedido de suspensão da tramitação do processo e decidiu que o papel de tribunal de instância definitiva é do Senado Federal. “É o ‘cala a boca’ definitivo”, afirmou Caiado, “dizendo ao advogado-geral da União: basta”.

Depois de parabenizar a população brasileira, o senador Raimundo Lira, o senador Antônio Anastasia e o presidente do Senado Renan Calheiros, Caiado passou a falar sobre as pedaladas fiscais e os decretos. “O que nós podemos notar são verdadeiros atrasos sistemáticos e reiterados. A pedalada não é nada mais do que pagar com um único dinheiro duas dívidas. Com dez reais pagar uma dívida de 20 reais. Foi isso que o governo fez em 2014 para conseguir a reeleição e depois em 2015 continuou praticando. Temos também os decretos, os créditos suplementares, assinados pela presidente, tratando o Congresso como se fosse um anexo do Palácio do Planalto”.

Em seguida, Caiado disse que é normal a base do governo argumentar que esses não são motivos suficientes para o afastamento da presidente. “O verdadeiro golpe é o desemprego. Quando alguns senadores do PT dizem que o próximo governo vai tirar direitos trabalhistas. Meus senhores, o PT assinou o AI5 mais danoso do nosso país, tirou 11 milhões de empregos. Aí eles dizem que os programas sociais serão impedidos pelo próximo governo. A previsão do atual governo baixou as creches, o Pronatec, o Minha Casa Minha Vida, infraestrutura, saneamento básico, gestão de risco e prevenção de desastres, saúde”, listou o senador.

Leia também:  PGR abre investigação preliminar sobre fala de Eduardo Bolsonaro sobre ruptura democrática

“Esse é o governo do PT que com demagogia se elegeu, prometendo aos cidadãos céu de brigadeiro. No Minha Casa Minha Vida, vocês sabem que o cidadão que paga uma prestação mínima de R$ 25 vai pagar agora R$ 80, o que paga R$ 80 vai pagar R$ 200. Então, eu pergunto: quem está dilapidando o país, destruindo os programas sociais, destruindo o emprego? É o próprio PT. Essa é a herança do PT em 13 anos de governo”, acusou.

Caiado disse que a Petrobras se transformou da quarta maior empresa do mundo na maior devedora e que o governo deixou a Eletrobras falida, quebrada e sucateada.

Em seguida, comparou o Brasil à Venezuela e demais países da América Latina “O que nós estamos fazendo é interromper esse ciclo danoso, esse ciclo demagógico e bolivariano. O que a população fez foi sair e dizer que não vai deixar acontecer no Brasil o que está acontecendo na Venezuela, um país que só funciona duas vezes por semana. É um processo que aconteceu na Argentina, chegou na Venezuela e se espalhou pela América Latina. Nós estamos interrompendo esse processo”.

Falou, por fim, que o objetivo final é trazer “a paz, a tranquilidade, unir o país é que nós votaremos sim, por um novo governo que tire o país desses frangalhos que o PT nos pôs”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

8 comentários

  1. Indecência

    Esta ai o resultado de um STF que participa de um golpe. Um canalha falando no nome do Supremo. Quem não merece nem um nem outro são os cidadãos que lutam, através também de seu trabalho, por um Pais de gente decente.

  2. Calou mesmo. Quero só ver um

    Calou mesmo. Quero só ver um Ministro do STF desautorizar seu colega em público. STF já era. Quem sabe agora o AGU começa a fazer algo mais útil da vida, tipo defender os interesses da União em litígios que custam bilhões aos cofres públicos. Ou isso dá muito trabalho?

  3. E ele tem razão…

    O STF golpeou por último!

    A última porta que poderia ser aberta, a justiça, o Teori fechou e disse para o AGU não esperar mais nada do STF!

    Que o senado seria a última palavra…

    A constituição foi violada!

    Então nada mais sobrará destes 3 poderes que serão uma coisa só –  TODOS SUBMETIDOS À MÍDIA!

    Para mim, o Brasil da Nova República ACABOU…

    Estamos na ditadura midiática!

    Quanto tempo vai durar?

    Essa é agrande pergunta!

    Tiros e bombas só ajudarão a mante-los no poder!

    A contra-informação será o caminho de desconstrução do golpe!

  4. Esse senador Caiado é um dos

    Esse senador Caiado é um dos monarquistas*. A declaração mostra como ele despreza a idéia de que o “outro” tenha direito de defesa ou de criticar.

    *O Brasil nunca deixou efetivamente a monarquia, que continua bem viva na estrutura social do país assim como a escravidão. Basta olharem como são tratados os empregados, especialmente os considerados “inferiores” como empregadas domésticas e faxineiros.

  5. Agripino, dentre outras

    Agripino, dentre outras “afirmações, disse:

    A bandeira vermelha nas contas de luz… É culpa de Dilma.

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome