Congresso aprova liberação de R$ 702 milhões para Fies

Jornal GGN – Na tarde de ontem (18), o Congresso aprovou projeto de lei que abre crédito suplementar de R$ 1,1 bilhão para o Ministério da Educação. O texto aprovado foi sancionado pelo presidente interino Rodrigo Maia e a lei já foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (19).

Do valor total, R$ 702,5 milhões serão destinados para o pagamento aos bancos que fazem o intermédio dos empréstimos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Outros R$ 400,9 milhões serão utilizados para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

As instituições de ensino privadas cobravam do governo a aprovação do projeto de lei, já que os atrasos no Fies estavam impedindo alunos de renovar suas matrículas. Em setembro, representantes do setor privado foram até Brasília pedir que os créditos fossem liberados.

Os atrasos nos pagamentos do Fies, que chegou a quatro meses, fez com que algumas universidades ameaçassem deixar o programa ou até mesmo cobrar mensalidade dos alunos participantes. De acordo com o Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp), o problema afetou  1.863.731 alunos de 1.358 instituições particulares de ensino.

Leia a íntegra da proposta: PLN-8/2016

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Future-se e o aporte de recursos de empresas, por Renato Dagnino, Wagner Romão e Rogerio Bezerra

1 comentário

  1. E tem coxinha, convertido

    E tem coxinha, convertido em defensor do Temer (estão condenados à isso), aplaudindo isso como se fosse investimento.

    Errado.

    Estão pagando boleto atrasado apenas.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome