Datafolha mostra Congresso dividido entre apoio a Temer e Diretas Já

Foto: Agência Câmara

Jornal GGN – Uma pesquisa Datafolha feita com 311 congressistas (275 deputados e 36 senadores) mostra que 46% dos entrevistados são a favor da PEC das Diretas Já e outros 47% querem que Michel Temer saia da presidência. Desse total, 36% acreditam que o caminho é a renúncias e outros 34%, cassação via Tribunal Superior Eleitoral. Outros 47% disseram que são contra à PEC e 40%, que Temer deveria continuar no cargo até 2018.
 
A pesquisa apontou ainda que a maioria esmagadora dos parlamentares consultados não têm um candidato para eleição indireta, o que reflete o conflito entre partidos da base e da oposição a Temer em busca de consenso na eventual disputa.
 
Do total de entrevistados, 61% disse que não sabe em quem votaria em caso de eleição convocada pelo Congresso. 9% citaram espontaneamente Rodrigo Maia, presidente da Câmara, como o favorito. Nelsom Jobim, Lula e FHC empatam com 2% das intenções de voto. 9% se recusam a responder essa questão e 5% bão sabem. 
 
Nomes como Tasso Jeiressati, Geraldo Alckmin, Henrique Meirelles e Carmén Lúcia acumularam 1% cada. “Outros nomes” e “nenhum”, 5%.
 
Quando uma lista de candidatos é sugerida pelo instituto, Rodrigo Maia desponta com 13% da preferência, seguido por Nelson Jobim (7%). Alckmin, FHC e Alvaro Dias marcam 5%. Lula, Ciro Gomes, Bolsonaro e Carlos Ayres Britto, 3%. A maioria (21%) dos congressistas rejeitou qualquer um dos nomes, deu outro nome (12%) ou disse que não saberia em quem votar (10%).
 
A reportagem da Folha deste domingo (4) sobre a pesquisa está disponível aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora