DEM e MDB se afastam do bloco parlamentar de centro

Esse bloco, conhecido como ‘blocão’, foi formado no início do ano para garantir maior representatividade dos partidos de centro na Comissão Mista do Orçamento

Jornal GGN – Os líderes do Democratas e do MDB deixarão o bloco formado por 221 parlamentares comadados por Arthur Lira (PP-AL). O anúncio já foi feito à Secretaria-Geral da Mesa da Câmara. Esse bloco, conhecido como ‘blocão’, foi formado no início do ano para garantir maior representatividade dos partidos de centro na Comissão Mista do Orçamento (CMO).

Este é o único bloco em atuação na Câmara e prosseguirá com os outros partidos, PL, PP, PSD, Solidariedade, PTB, Pros e Avante. Cai o número de deputados para 158, com 63 a menos.

A quantidade de parlamentares dos blocos influencia na composição das comissões.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) divulgou nota nesta terça, dia 28, afirmando que a formação e o desmanche dos blocos no início de cada ano legislativo são práticas comuns na Câmara. Contestou a interpretação de que a saída do DEM e MDB tivesse relação com divergências internas entre os partidos ou mesmo relação com a eleição para a Mesa Diretora, no próximo ano.

“Como, em razão da pandemia, as comissões ainda não se reuniram, a existência do bloco acabou se prolongando. Seu desfazimento é natural, segue um padrão estabelecido pela prática congressual e nada tem a ver com a eleição para a Mesa Diretora em 2021, para a qual tradicionalmente são formados novos blocos”, afirmou Rodrigo Maia.

Com informações da Agência Câmara

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Privatizações sem autorização do Congresso são crime, define novo projeto

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome