Membros da CPI da Petrobras agem para blindar PSDB, PMDB e DEM

Jornal GGN – A condução da CPI da Petrobras – que vem funcionando a reboque das páginas de jornais sobre a Operação Lava Jato – foi criticada pelo deputado federal Jorge Solla, do PT da Bahia, que disse, em nota à imprensa, que os membros da comissão têm atuado como “gangsters”. Na visão do petista, a CPI tem “envergonhado” o Congresso ao blindar políticos do PSDB, DEM e PMDB, ao mesmo tempo em que se esforça para desgastar ainda mais a imagem do PT e do Planalto.

Na semana passada, a CPI da Petrobras aprovou uma série de requerimentos que agradaram a oposição ao governo Dilma Rousseff. Entre eles, a quebra de sigilo do ex-ministro José Dirceu – condenado no processo do Mensalão – e a convocação do presidente do Instituto Lula para explicar doações feitas pela Camargo Corrêa, empresa investigada na Lava Jato. 

Entre os requerimentos conta ainda a convocação da esposa e as três filhas do doleiro Alberto Yousseff, preso pela polícia federal desde o ano passado, “mesmo sem que haja nenhum indício de envolvimento das quatro no esquema de corrupção”, argumentou Solla, em nota.

“A técnica de coagir familiares para conseguir algo é utilizada pelo crime organizado, só gangsters agem assim. Não há nenhum elemento para convocar elas, nenhuma investigação séria no mundo utilizaria deste expediente”, comentou Solla. E acrescentou: “O curioso é que foram em cima logo do delator que disse ter pago propina para Aécio Neves [PSDB] em Furnas, que envolveu Eduardo Cunha [PMDB], que pagou propina a Sérgio Guerra, do PSDB”, disse o petista.

Na última quinta, a maiorida da CPI se negou a votar requerimentos que ampliam a investigação para além do que já foi dito nas delações premiadas da Operação Lava Jato e, por outro lado, “aprovou sem discussão apenas os requerimentos com o objetivo de desgastar o PT.”

Leia também:  Toffoli faz duras críticas à Lava-Jato e questiona a honestidade da força-tarefa

“O uso político da CPI está tão desavergonhado que constrange todo o parlamento. O comando da CPI desistiu até de disfarçar suas intenções, o desrespeito às normas da Câmara hoje foi uma demonstração da total falta de compromisso com o regimento”, destacou o petista.

Solla apresentou requerimento, pela segunda vez, ao presidente da CPI, Hugo Motta (PMDB-PB), para obter cópias de arquivos da Operação Castelo de Areia e convocar os executivos Pietro Bianchi e Saulo Thadeu Vasconcelos, da Camargo Corrêa. “A Folha de S. Paulo revelou que Bianchi recebeu R$ 7,38 milhões da empreiteira entre janeiro de 2008 e dezembro de 2013, mesmo depois de ter sido preso na Castelo de Areia. Segundo as investigações da Lava Jato, o executivo teria usado parte deste dinheiro para o pagamento de propinas. Em 2009, Bianchi foi preso após a Polícia Federal apreender, em sua casa, planilhas comprovando pagamentos de R$ 178 milhões a políticos e partidos, em valores referentes a percentuais de 208 obras públicas executadas pela Camargo Corrêa.”

“A imprensa avança mais nas investigações que a CPI. Eu apresentei estes requerimentos em 23 de abril, mas fatos relevantes como estes não interessam à CPI porque envolve partidos como o PMDB, PSDB e DEM”, disparou.

O deputado endossou que entre as obras que Bianchi teria pagado propina está a do Metrô de Salvador, licitada na época em que o atual vice-presidente da CPI, Antônio Imbassahy (PSDB), era prefeito da capital baiana. “Certamente ele não tem interesse nenhum em abrir estes arquivos, ouvir essas pessoas”, completou.

11 comentários

  1. Bele definição, gangsterismo

    Bele definição, gangsterismo a lá bode preto, esses beijam na boca do black goat at friday´s nights.

  2. Um horror!…

    Esta Câmara, produto direto do eleitorado influenciado pelol PIG, está transformada, literalmente, na casa da mãe Joana!….

  3. esta se repetindo o que

    esta se repetindo o que ocorreu na cpi do cachoeira pra salvar tucanos como Narconi perillo e pmdb como Cabral

    uma mao lava a outra e oega se alguns petistas pra cristo e os ratos aida posam de eticos e honestos

    pqp

  4. Nota à imprensa não,

    Nota à imprensa não, deputado. Fale isso na tribuna a plenos pulmões, com o plenário cheio e a TV câmara transmitindo ao vivo.

    • Não só

      Não só inimputáveis, Gilson.Raslan. São também ininvestigáveis. Quando algum inquérito “bate” em algum deles é logo desviado (não vem ao caso, segundo por exemplo delegados, procuradores e certo juiz de determinado estado do sudeste). E se, por inesperado acaso, passa e sobe, a PGR arquiva. Vide, por exemplo, o caso de certo senador mineiro do circuito Ipanema-Lebon.

  5. Lembro como se fosse hoje.

    Lembro como se fosse hoje.

    – Lula falando que não queria a CPI da Petrobras por que a oposição iria fazer palanque… e algumas pessoas do PT entrando no jogo achando que poderia investigar a Petrobras na era FHC…. quebraram a cara!

  6. CPI ?

    Nos meus trocentos anos de vida, jamais vi uma CPI dar em algo contra os partidos mencionados. A única serventia é malhar ainda mais o PT, como se não bastasse o PIG, e salvar tucanos , PMDBistas e DEMOs. Mais nada ! O resto é palanque eleitoral.

  7. O governo não é maioria? Por

    O governo não é maioria? Por que não convoca os caras da oposição? Ora, mas é muito fraco esse PT. Pelo amor de Deus!

  8. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome