Partidos de direita avançam em liberalismo econômico no Congresso

Além disso, o levantamento mostrou que os partidos mais conservadores são também os que tratam com prioridade sobre temas relacionados à religião e segurança pública, como já é de se esperar

Jornal GGN – Um levantamento feito pela organização Transparência Partidária revelou que os atuais parlamentares de direita estão avançando em pautas neoliberais e liberais em suas agendas no Congresso Nacional. Estimulados pelo enfoque do governo de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes, três partidos lideram as iniciativas, sejam em reuniões, encontros, visitas, seminários e entrevistas relacionadas ao liberalismo econômico: o Novo, o PP e o DEM.

Além disso, o levantamento mostrou que os partidos mais conservadores são também os que tratam com prioridade sobre temas relacionados à religião e segurança pública, como já é de se esperar, e menos sobre trabalho e meio ambiente. O PRB, por exemplo, ligado à Igreja Universal, trata de avançar em temas de empreendedorismo e tecnologia. Infraestrutura é liderada pelo DEM e PP, também de direita.

A bandeira contra a corrupção, apropriada pelos lavajatistas e partidos de direita e ultra-direita, continua sendo carregada pelo PSL e o partido Novo. O PSL, também de maneira lógica, é o partido que mais trata sobre segurança e militarismo.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Senado não cogita excludente de ilicitude, mas corteja Moro tentando acelerar votação

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome