Pesquisa do Senado mostra que PEC do Teto é rejeitada por 94% dos entrevistados

Jornal GGN – Pesquisa do Senado sobre a PEC 241, que congela os investimentos públicos por 20 anos, mostra que a proposta é rejeitada por 94,5% dos entrevistados, até as 13h desta segunda-feira, 31, quando o texto entrou na Comissão de Constituição e Justiça da Casa comandada por Renan Calheiros (PMDB). Lá, o texto mudou de número, virando PEC 55/2016, de acordo com a Agência de Notícias do Senado.

Do total de 268.612, 14.715 votaram a favor da PEC, que promete ser um dos itens do reajuste fiscal prometido pelo governo Temer. Outros 253.897 votos foram registrados contra o conteúdo da proposta.

Na Câmara, o projeto passou com 366 votos. A expectativa do governo é que a tramitação no Senado também seja rápida, de modo que a PEC seja enviada para votação em plenário no dia 13 de dezembro.

Estudantes de todo o País ocupam escolas públicas contra a PEC 241, além da chamada Lei da Mordaça (projeto Escola Sem Partido) e por conta da reforma do ensino médio feito por meio de uma Medida Provisória.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

2 comentários

  1. As desvantagens da democracia representativa

    Afirma-se que democracia é o governo do povo, pelo povo e para o povo. O governo Temer se diz democrático mas em vez de tomar medidas para favorecer o povo, toma medidas anti-populares. A constituição dispõe que todo poder emana do povo que, basicamente,  o exerce por meio de representantes eleitos. Se o povo exercesse diretamente o poder, essa PEC não seria aprovada mas como quem exerce o poder não é o povo, mas seus representantes, a PEC do teto dos gastos vai ser aprovada e vai fazer o Brasil recuar para antes da Idade da Pedra lascada.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome