Renan Calheiros diz que ‘não há mais o que fazer’ sobre CPI da Petrobras

Do Estadão

 
Presidente do Senado deve negociar com líderes nesta quinta a data das próximas etapas antes da abertura das investigações; governistas trabalham para senadores retirarem assinaturas
 
Débora Álvares 
 
Brasília – O presidente da Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse que “não há mais o que fazer” sobre a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobrás. “Evidentemente que uma CPI em ano eleitoral mais atrapalha do que facilita a vida do Brasil. Mas agora não há mais o que fazer, porque temos o requerimento, o fato determinado, o pedido, o número de membros da própria comissão. Vamos marcar a data, fazer a conferência dos nomes e instalar a CPI”, disse.

Publicamente contra a comissão, Renan reiterou em seguida que ainda precisa negociar com os líderes da Casa a data das próximas etapas anteriores à abertura das investigações. Embora a oposição tenha conseguido uma assinatura a mais do que o necessário – o requerimento recebeu a adesão de 28 senadores; eram necessárias, pelo menos, 27 -, a CPI ainda não está garantida. Isso porque, regimentalmente, os senadores podem retirar seu apoio.

Na noite de quarta mesmo, quando se confirmou a coleta da quantidade de nomes necessários, governistas já começaram a trabalhar para convencer adeptos da CPI a retirarem o apoio.

Os próximos passos, a partir de agora, são marcar a data de leitura do requerimento de CPI no Plenário e fazer a conferência de assinaturas. Renan disse que, ainda nesta quinta, vai conversar com as lideranças partidárias para avaliar a melhor data para isso. “Vou conversar por telefone com os lideres e ver com eles do ponto de vista do encaminhamento, da necessidade de nós instalarmos rapidamente como deveremos fazer.”

O presidente do Senado não garantiu, contudo, que o requerimento siga para plenário já na próxima semana. Isso porque, os líderes da base tentarão atrasar o quanto puderem a instalação.

Até a meia noite do dia em que o pedido de investigação for lido no plenário, os senadores poder retirar assinaturas. Caso a investigação continue contando com o apoio de, no mínimo, 27 parlamentares, a Comissão de Inquérito é instalada. Para isso, contudo, Renan ainda precisará indicar os membros da CPI. Para minimizar os danos ao governo em ano eleitoral, a estratégia será tentar colocar um peemedebista na presidência e um petista a relatoria.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

15 comentários

  1. O PAÍS DO FUTURO

    não adianta tapar o sol com  a peneira:

    ELIANE CANTANHÊDE –  FOLHA

    CPI para quê?

    BRASÍLIA – Motivos não faltam para investigar as águas profundas da Petrobras, mas daí me lembro do desânimo do presidente da Frente Parlamentar de Combate à Corrupção, o deputado Francisco Praciano, do PT do Amazonas.

    Na semana passada, num debate sobre corrupção no Congresso –no qual os deputados e senadores foram os grandes ausentes–, Praciano disse que ali não há interesse de fato em perseguir a ética na política.

    E exemplificou: “Estou desiludido e doido para passar meu cargo adiante, mas ninguém quer…”.

    ………………………………………………………………………………………………………………………….

    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/158342-cpi-para-que.shtml

  2. O PT não teme

    O PT não teme investigações.

    Se não houve irregularidades, dirá que é perseguido pela mídia golpista, que não sei o que FHC, que a elite branca sei lá o que, que a oligarquia capitalista bla bla.

    Se forem descobertas fraudes, corrupção, má gestão, dirá que é perserguido pela mídia golpista, que não sei o que FHC, que a elite branca sei lá o que, que a oligarquia capitalista bla bla.

    Em seguida, milhares de zumbis passarão a repetir essas coisas novamente, como se outra verdade não pudesse existir.

    • Quanta inocência ! Se até o

      Quanta inocência ! Se até o Papa percebe do que é capaz a mídia, somente o sr. Rodrigo Negrão não.  E zumbis existem em todos os partidos, ou o sr. não estaria aqui falando isto, que já não aguento mais ouvir.

  3. Pela ordem, Presidente

    Tem, sim, muita coisa para fazer. Basta desengavetar a CPI  da Privataria Tucana que o oposicionista MARCO MAIA engavetou. Aliás, desgraça pouca é bobagem: com aliados como MARCO MAIA, RENAN, os ALVES do RN et caterva,  PSDB e DEM são amigos da DILMA.  Por falar em DILMA, seria bom que ela fizesse um cursinho rápido de “Ciencias Políticas”, porque, do contrário, a partir de 2015 quem vai lhe fazer oposição é o PT.

  4. “Presidente do Senado deve

    “Presidente do Senado deve negociar com líderes nesta quinta a data das próximas etapas antes da abertura das investigações”:

    QUAIS investigacoes seriam essas que esse mijados vao fazer mesmo?  As mesmas que mantiveram Veja e Abril fora daquela CPI?

    Quem disse pra essa gente que eles tem competencia pra “investigar” um bigode de gato que seja?!

  5. Essa notícia é para os que

    Essa notícia é para os que defendem a coalização do jeito que está.

    O governo do PT, se quiser sobreviver terá que peitar.

    O trégua (por cargos) já se esgotou.

    Os interesses se tornam ideológicos.

    Então o governo perde mais uma na sua “solida” coligação no Senado onde tem “uma ampla maioria”.

    Lula, no primeiro mandato, fez o seu governo com uma maioria mínima na Câmara e minoria no Senado e ainda assim o seu governo foi de grandes realizações.

    A receita é essa.

    Apoio confiável de congressistas e apoio popular.

    Parece que o governo Dilma vem perdendo os dois.

    Triste, lamentável, para o Brasil

    • Corrigindo caro Assis.
      Sem

      Corrigindo caro Assis.

      Sem entrar no mérito da necessidade ou não da criação de uma CPI

      Os interesses do PT são interesses do partido, não necessariamente do Brasil.

      Logo, é triste e lamentável para o Partido que aparentemente sofrerá uma derrota política,  não para o Brasil.

      Investigações no ãmbito do Congresso são ruins para o partido que esta sendo investigado e não para o Brasil.

      Ao Brasil, e a seu povo, interessa lisura na condução de seus rumos.

      Ao dizer que o fato do PT ter sido derrotado políticamente no Congresso significa uma derrota do Brasil, você apequena a nação para engrandecer um mero partido político.

       

      • Rodrigo

        Diz o presidente do Congresso Nacional (texto da matéria):

        “”Evidentemente que uma CPI em ano eleitoral mais atrapalha do que facilita a vida do Brasil”

      • Course, sr. Negrão ! E quanto

        Course, sr. Negrão ! E quanto aos demais partidos, teriam eles algum interesse no bem do povo brasileiro? Eu, por enquanto só vi isto no PT. Ou o que será que fez o ilmo mil vezes presidente do Senado, e presidente da república, sr. Sarney? Fez a alegria de seus amigos distribuindo redes de TV e emissoras de rádio p/ todos. E qual foi o bem que isto trouxe p/ o Brasil? O Collor fez o que ? Confiscou nossa poupança e não quis distribuir o dinheiro que entupiu seu caixa pelos nossos empresários, que morriam de medo do Lula. Deu uma modernizada em algumas áreas  e iniciou o processo tão bem completado pelo FHC de vendas de estatais, sabugice aos EU, e nos manter reféns das teles , que fazem o que querem nesse país (o q não perdoo tb no Lula). O PT pelo menos e apesar do PMDB conseguiu algumas “migalhas” p/ o povo.

  6. Bandidagem instituída

    Renan Calheiros, Sarney, Henrique Alves, Michel Temer, Euruado Cunha e tantos outros são os maiores chantagisas do país.

    E todos vão ser reeleitos. Então… aguentem…

    E não é por causa da CPI da Petrobrás, não. É pelo momento. Se não fosse a da Petrobrás seria qualquer outra.

    O PMDB é um cancro.

     

  7. então

    “Para minimizar os danos ao governo em ano eleitoral, a estratégia será tentar colocar um peemedebista na presidência e um petista a relatoria.”

    e qual peemedebosta é confiável para esta tarefa???

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome