Temer quer Brasil celeiro do mundo, diz Requião sobre projeto de entrega de terras

Jornal GGN – “Pasmo, horrorizado, indignado, vejo que a Casa Civil da Presidência da República quer mandar uma Medida Provisória autorizando sem limites, ou com limites absurdos, a venda de terras no Brasil para os estrangeiros”, denunciou o senador Roberto Requião (PMDB-PR), em vídeo publicado nas redes sociais.
 
Trata-se de um projeto de lei finalizado, pronto para votação no Plenário da Câmara dos Deputados, que libera a compra e o arrendamento de terras por empresas com controle estrangeiro. O único limite estipulado é que os proprietários internacionais não poderão ter mais do que 25% do território de um município.
 
“O que o Padilha, o Temer e essa gente quer fazer para o país? Uma área na mão de estrangeiros com o Brasil escravizado, para ser um celeiro do mundo com um povo que passa fome? Queremos trazer para o Brasil conflitos como o que vemos hoje na Síria, com bombardeios americanos?”, questionou o parlamentar.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

14 comentários

  1. Comentário.

    Temer e sua patota no golpe branco são uma espécie de João às avessas.

    Eles vendem a vaca por feijões, mas o que nasce dos feijões são… feijões.

    Mas o João sabe que só vai dar feijões.

    OK, foi ruim.

    Redução de inflação com contração nos investimentos e retração na atividade econômica; venda de patrimônio nacional que fará falta para a entrada de rendimentos no país; desemprego sem plano consistente de retomada de atividade econômica…

    Bom, é aqui mesmo que o João vende a vaca por feijões, sabendo que não dará mais nada que feijões.

    E de propósito.

    Só vejo em diferença de modo e proporção entre o que acontece no Brasil e o que aconteceu na Libia e no Iraque.

     

  2. Uma verdadeira invasão patrocinada pelo golpe de 2016

    O governo ilegitimo patricinado por uma câmara de bandidos que foi presidida por um bandido (conforme se referiu a imprensa portuguesa a Eduardo Cunha na epoca) promoveu a destituição de presidente eleita para dois dias depois tornar legais os supostos crimes de responsabilidade que usaram para derrubar o governo.

    Numa canetada jogaram o deficit de 90bi para 150bilões sem justificativa e com objetivo claro de cooptar apoio via benesses, aumentos de salarios etc para aprovarem a PEC 55 congelando os gastos primarios por 20 anos, o que levara o Brasil a niveis de investimento de 10% do PIB de paises subdesenvolvidos africanos 

    Imediatamente mudaram o sistem de partilha do pre-sal permitindo a participação de empresas estrangeiras na exploração da cadeia de oleo/gas e excluindo as empresas nacionais dos leilões. Acabaram com a lei de conteudo nacional implantando um sistema que leva para o exterior alem de empregos todos os beneficios tecnologicos da exploração do petroloeo e derivados deixando apenas miseria ao pais quando o oleo acabar.

    Durante 10 meses alem de nao apresentarem nenhuma medida contra-ciclica para reduzir os efeitos da recessão economica permitiram o aumento da taxa de juros real pois a SELIC não acompanhou a queda brusca da inflação e agora removem o mecanismo de financiamento de longo prazo do BNDES via TJLP alem de descapitalizar o banco em 100bi.

    Aprofundam a crise claramente com cortes gigantescos na proteção social e nos investimentos enquanto pilham o que podem na venda de ativos em plena depressao e por valores abaixo de mercado.

    Entregam a soberania nacional transferindo a jurisdição brasileira ao exterior enviando informações que correm sob segredo de justiça no Brasil para processarem empresas nacionais no exterior.

    Tentam tornar a base de Alcantara território americano com a instalação de base de lançametos de fogetes dos EUA onde os brasileiros serão impedidos de entrar e de participar de qualquer tecnologia implementada lá.

    Sob a retórica da necessidade de reformas ocultam da população que metade do orçamento é gasto com juros da divida e aterrorizam a população com a necessidade aprovar a reforma da previdencia que nada mais é do que o desmantelaento do sistema via imposição de idade minima tão avançada que poucos conseguiram se aposentar e deixando de contribuir  o sistema todo entrara em colapso abrindo espaço para previdencia privada.

    Desmantelam o sistema de defesa nacional paralisando os investimentos em tecnologias sensiveis como o progama nuclear e colocam o seu mentor na cadeia por 40 anos.

    Colocam a venda o novo super satelite SGDC-1 que  irá operar alem das bandas civis as militares com varredura de todo o territorio nacional e que na pratica nos coloca de joelhos sob a dominio de empresa privada estrangeira

    Para completar agora querem vender 25% dos municipios e ate 40% das cidades para estrangeiros… se isso tudo não for uma invasão apoiada pelos proprios brasileiros parece bem com o apoio interno ao regime naziasta dentro dos paises ocupados por Hitler na segunda guerra.

  3. Gostei do vão à “PQP”! Sonoro

    Gostei do vão à “PQP”! Sonoro e com todas as letras do Requião. É isso aí, não tem mais espaço para Cardosos, Mercadantes e seu “republicanismo” frouxo.

    A hora é do Requião, do Ciro que disse que receberá os capangas do Moro à bala e do Lula, não Lulinha paz e amor, que chamou o Dellagnol de moleque. 

  4. temer?

    Lunáticos ou simplesmente imbecis? O que somos? Temos municipios no interior maiores que alguns países. Seremos estranhos dentro do nosso próprio país. A estupidez brasileira é incompreensível Onde pararemos?

  5. E os milicos?  Pelo jeito,

    E os milicos?  Pelo jeito, contentando-se com os armamentos, muiiiito avançados que irão receber. Fora, os oficiais, claro, o contentamento com o soldo.

    Tenha santa paciência!

  6. Requião

    Há alguma coisa que Requião reconheça como correta no seu partido? Ele tem algum amigo ou aliado no PMDB no Congresso? Nada contra o senador mas, duvido.Não seria o caso de imaginar que o ínclito senador estaria apenas usando a força política da sigla partidária em proveito próprio. Ah! as más línguas. O paranaense faz lembrar aquela música do Raul Seixas.

  7. Dando mole

    Para surrupiar as riquezas de outros países soberanos os EUA tiveram que executar invasões armadas ou bombardeios sobre os civis (como fizeram em Hiroshima e Nagasaki), mas aqui no Brasil simplesmente vão “comprar” as terras onde sabem de antemão que é onde estão as nossas maiores riquezas, como minerais estratégicos, petróleo, aquíferos, etc.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome