Coronavírus: Estados Unidos começam a retirar seus cidadãos do navio Diamond Princess

Quarenta norte-americanos que foram infectados pelo coronavírus COVID-19 permanecerão no Japão para tratamento, informou uma autoridade de saúde dos EUA.

Foto Reuters

Jornal GGN – Os Estados Unidos começaram a retirar seus cidadãos do navio de cruzeiro Diamond Princess, ancorado no porto de Yokohama, no Japão, há mais de uma semana, em tentativa de conter a propagação do coronavírus.

Quarenta norte-americanos que foram infectados pelo coronavírus COVID-19 permanecerão no Japão para tratamento, informou uma autoridade de saúde dos EUA.

A evacuação ocorreu quando o número de mortos na China continental passou de 1.600 e as autoridades impuseram proibição de veículos na província de Hubei, onde o vírus se originou na capital, Wuhan.

Os cidadãos resgatados dos EUA que testaram negativo para o coronavírus embarcarão em um avião de carga para retornar ao país. Eles foram informados que estará frio e que deveriam fazer as malas e trazer sua própria comida. As malas não poderão ser grandes e a bagagem excedente não irá com eles.

Quando chegarem aos EUA, precisarão passar mais duas semanas de quarentena em bases militares na Califórnia e no Texas.

O número de resgatados chega a 400 cidadãos.

Ficam no Japão mais de 40 norte-americanos que foram infectados com o coronavírus. Eles não poderão voar e ficarão no hospital, no Japão.

Com informações do Al-Jazeera

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Pronunciamento de Bolsonaro foi feito ao som das panelas

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome