Coronavírus: EUA suspendem emissão de vistos comuns

Embaixadas continuarão abertas apenas para atender cidadãos norte-americanos no exterior; país já registra 15.219 casos, e 201 mortes

País registra 15.219 casos de Covid-19 , e 201 mortes. Foto: Reprodução

Jornal GGN – O avanço da pandemia de coronavírus levou os Estados Unidos suspenderam a entrada de vistos comuns em todos os países, segundo informações divulgadas pelo Departamento de Estado americano.

Segundo informações do jornal O Globo, comunicado divulgado pela diplomacia norte-americana afirma que os vistos de urgência serão entregues “na medida do possível”. A suspensão da emissão de vistos comuns é temporária, mas não foi estabelecido um prazo para que o serviço seja retomado.

O país anunciou a suspensão dos serviços consulares rotineiros “em muitos países” na última quarta-feira, mas os serviços não foram especificados. Nos últimos dias, os Estados Unidos proibiram voos partindo da Europa e fecharam sua fronteira com o Canadá.

Os últimos dados do Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês) mostravam que os Estados Unidos registravam 15.219 casos de Covid-19 confirmados nos 50 estados e nas quatro jurisdições (Distrito de Columbia, Porto Rico, Guam e Ilhas Virgens Americanas), e 201 pessoas morreram em decorrência do novo coronavírus.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Não precisa de crédito mas de um governo que mobilize e compre, comentário de MARCO ANTONIO CASTELLO BRANCO

5 comentários

  1. O site do Johns Hopkins já atualizou hoje e ultrapassam os números do CDC, que a exemplo do caso brasileiro também tem defasagem.
    Apontam para 18.563 casos com 227 óbitos, aproximando-se dos 19.000 que supus ontem. Neste ritmo, amanhã os números nos EUA poderão ultrapassar em casos positivos a Alemanha, o Irã e até a Espanha, ficando atrás da Itália. Até o meio da semana já ultrapassarão os números de casos da Itália e mantidas as projeções atuais, com a China pausada, por volta do final do mês os EUA já serão o país com mais casos de sorologia positiva.

    • Atualizando a progressão dos números, na quinta (19) expus que a partir dos dados recentes o país teria SUPOSTAMENTE o seguinte (refer. site do Johns Hopkins que tem sido atualizado com melhor frequência – quase online – que a do CDC-EUA e do MS-BR :
      – 13 de março são 1.678 casos positivos e o de mortos 41 (letalidade de 2,44%)
      – 16 de março são 3.737 casos com 69 mortes (1,85%)
      – 18 de março são 9.415 casos com 150 mortos (1,59%)
      – 19 de março são 14.250 casos com 205 mortos (1,44%)
      ATÉ AQUI SÃO OS NÚMEROS APRESENTADOS – DAQUI EM DIANTE SÃO ESPECULAÇÕES
      Supondo para os próximos dias a seguinte sequências a partir de novos 5 a 6.000 casos diários:
      > para 20/3 (sexta) seriam 19.000 casos com possíveis 260 mortos (ultrapassando a Alemanha e aproximando-se de Espanha e Irã)
      – e os números trazidos pelo site à meia-noite (19.624 casos – com 260 óbitos) – se soubesse que estava num dia bom de chute, teria jogado no bicho depois de 30 anos sem jogar. Com estes números, os EUA realmente ultrapassa Alemanha e fica a 20 casos para ultrapassar o Irã que já acreditava e deve ocorre de ultrapassar no sábado. IMPORTANTE salientar que por não saber avaliar isto, não sabia do caso na Espanha (que é bem crítico conforme o prof Átila falou na live de sexta à noite, pois a Espanha deve logo ser o pior caso na Europa – talvez 2 ou 3X pior que a Itália, pois tem focos em muito mais áreas do seu país e começou a controlar com atraso também. Os EUA conforme já foi colocado tem três grandes focos: NY, a região de WDC e a Califórnia que já parou o estado em quarentena.

      Voltando às especulações sobre os números nos EUA
      – 21/03 (sábado) seriam 24.000 casos com possíveis 320 mortos (já ultrapassando Espanha e Irã)
      – Entre terça e quarta-feira os EUA poderá ultrapassar a Itália, ficando atrás apenas da China
      – A permanecer a China com esta pausa em novos casos, no final de semana de 28-29/03 os EUA se torna o primeiro em número de casos com cerca de 85.000 infectados, já estando na casa do milhar de mortos.

  2. Nassif, vocês estão conseguindo levantar algo sobre a Índia que tem população imensa, grande parcela na pobreza, condições sanitárias baixas e está numa região aparentemente ainda “calma” com relação ao vírus?
    Veja em comparação com o seu vizinho Paquistão (que ainda tem números baixos), menos populoso e de população majoritariamente muçulmana, que carrega até religiosamente hábitos sanitários mais saudáveis, estão com os seguintes números:

    Índia com 244 caso – 5 mortes
    Paquistão com 501 casos – 3 mortos

    Possível que sejam subnotificações em demasia e desmazelo, mas preferindo não ser leviano e pode ser que esteja havendo certa efetividade e controle governamental, tem materiais em inglês abaixo:

    https://www.who.int/india/emergencies/novel-coronavirus-2019

    https://economictimes.indiatimes.com/news/international/world-news/coronavirus-in-india-what-is-happening-and-what-you-should-know/articleshow/73978271.cms?from=mdr

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome