Coronavírus faz Dow Jones disparar brutalmente, alerta The Washington Post

Publicamente, Donald Trump defende que o coronavírus está "muito bem controlado"

Foto: Brendan Mcdermid / Reuters
Jornal GGN – Os efeitos do coronavírus voltaram a atingir o mercado: as bolsas globais entraram em pânico e a chegada do vírus na Itália, Irã e Coréia do Sul rapidamente mostrou efeitos, com a média do Dow Jones subindo 300 pontos logo na manhã desta quarta (26).

“O comportamento de Wall Street escureceu significativamente na terça-feira, depois que autoridades do Centro Nacional de Controle de Doenças alertaram que o vírus inevitavelmente afetaria os EUA e pediram que empresas e comunidades locais se preparassem para o impacto”, escreveu o The Washington Post, em publicação de hoje.

“A Oxford Economics está prevendo que o vírus pode desacelerar o crescimento global para os níveis mais baixos desde a crise financeira”, completou o diário norte-americano, lembrando que “a média industrial da Dow Jones sofreu a pior queda de dois dias em quatro anos, com o índice blue-chip registrando quedas consecutivas de 3%.”

Segundo o jornal, a Casa Branca está minimizando a ameaça do surto para evitar grandes riscos ao mercado internacional, mas o consultor econômico de Donald Trump, Larry Kudlow, já estaria alertando para medidas que contenham os impactos.

Publicamente, por outro lado, Trump defende que o coronavírus está “muito bem controlado”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Laura Carvalho: “Auxílio emergencial foi ajuda significativa, mas seu fim deixará desigualdade como herança”

3 comentários

  1. Este ano, com eleições em vários locais, a batedeira das fake news estará descontrolada com as situações que já estão por ai e outras tantas que virão.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome