Coronavírus: Governo do Chile adota medidas mais rígidas de bloqueio na capital

Os trabalhadores da saúde pedem um bloqueio total em Santiago desde março, mas o Ministério da Saúde argumentou que tudo estava sob controle.

Foto Notícias ao MInuto

Jornal GGN – O governo do Chilo anunciou novas medidas de bloqueio, muito mais rígidas, decretando quarentena obrigatória para toda a zona da grande Santiago, que engloba uma população de 6,5 milhões de habitantes.

“A batalha de Santiago é crucial na guerra contra o coronavírus”, disse o ministro da Saúde, Jaime Mañalich, anunciando as medidas.

A medida acontece após a confirmação de 2.660 casos em 24 horas, um aumento de 60% em relação ao dia anterior, elevando o número de casos para 34.381. No total, 346 pessoas morreram no Chile por coronavírus Covid-19.

O aumento nos números pressionou as autoridades de saúde, que adotaram uma estratégia de “reprimir e suspender”, limitando os bloqueios nas áreas afetadas.

Os trabalhadores da saúde pedem um bloqueio total em Santiago desde março, mas o Ministério da Saúde argumentou que a estratégia estava mantendo os casos sob controle, enquanto evitava as consequências econômicas de um fechamento total da cidade.

Enquanto novos casos fora de Santiago vêm caindo, as medidas de bloqueio local não foram bem-sucedidas em conter a expansão da capital, onde 85% dos novos casos estão concentrados.

“Mensagens prematuras do governo confundiram as pessoas que agora estão pagando o preço”, twittou Carolina Goic, presidente do Partido Democrata Cristão.

Sebastian Piñera pediu ao público que respeitasse as novas medidas de quarentena, que entrarão em vigor na sexta-feira à noite a partir das 22h. “Precisamos da sua colaboração”, ele twittou.

Leia também:  Coronavírus: Brasil é apontado como uma das ameaças globais

Com informações do The Guardian.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome