Coronavírus: OCDE aponta colapso econômico em abril

Índice mensurado pela entidade aponta queda generalizada nos 37 países pesquisados, com destaque para países como Rússia e Brasil

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O mês de abril apresentou um expressivo revés nos prognósticos econômicos de nove entre 11 das principais economias globais, como mostra indicador divulgado pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

O índice CLI, que projeta pontos de virada nos ciclos de negócios, mostra que as medidas de quarentena necessárias para o combate ao coronavírus afetaram a produção, o consumo e a confiança de consumidores e investidores.

A Rússia foi o país com maior queda no indicador, com 9,17%, seguida pelo Reino Unido (7,93%) e Brasil (7,82% – queda bem superior à vista no índice de março, que era de -1,26%).

A tendência de queda também foi vista no Canadá, no Japão, na França, na Alemanha, na Itália e nos EUA. Contudo, a China aponta resultados positivos por conta da flexibilização das medidas de contenção – contudo, a OCDE afirma que as informações disponíveis para o país em abril são parciais.

Segundo a OCDE, o índice só começará a retomar sua capacidade de prever o cenário quando empresas e consumidores se adaptarem às novas realidades. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

 

Leia Também
EUA: Professores são acusados de esconder financiamento chinês
A frágil moralização do voto na democracia burguesa, por Álvaro Miranda
A pandemia e a decadência do individualismo ocidental, por Vitor Souza
GGN prepara dossiê sobre trajetória de Sergio Moro. Saiba mais aqui

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Cientista brasileira desmitifica uso da Ivermectina contra coronavírus

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome