Coronavírus: OMS aconselha a que testem todos os casos suspeitos de Covid-19

Globalmente, o vírus já infectou mais de 164 mil pessoas e matou pelo menos 6.500.

Jornal GGN – A Organização Mundial de Saúde (OMS) pediu aos países que acelerem os testes para conter a disseminação do coronavírus. Isso será possível com as medidas de contenção ao vírus alinhadas aos testes.

A OMS alertou que a pandemia é uma ‘crise global de saúde de nosso tempo’, e instou os países a testar todos os casos suspeitos, além de fechamento de fronteiras e limitação de voos.

Os Estados Unidos e países da Europa fecharam escolas, locais de entretenimento e todos os serviços, com exceção dos essenciais, em um esforço para conter o vírus.

Os governos estão limitando as viagens – tanto internas quanto externas – para conter o movimento de pessoas. A Coréia do Sul e a China, ambas cautelosas com infecções importadas, reforçaram os requisitos para chegadas internacionais.

Agora, mais casos estão sendo relatados fora da China, onde o vírus chamado Covid-19 se originou, no final do ano passado, do que dentro.

Globalmente, o vírus já infectou mais de 164 mil pessoas e matou pelo menos 6.500.

Com informações do Al Jazeera

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Como a pandemia escancara o cenário de tortura nas prisões

1 comentário

  1. Pelo que vi, o Ministério da Saúde disse que, no Brasil, isso que a OMS recomenda não será feito. Não farão testes em casos leves da doença e não colocarão todos infectados em isolamento hospitalar, como foi feito nos países que estão conseguindo “domar” a epidemia. As pessoas com sintomas leves ficarão em casa. E as pessoas assintomáticas nem serão testadas. Isso preocupa.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome