Coronavírus: OMS anuncia retomada de estudos com hidroxicloroquina

Com base nos dados científicos disponíveis, cientista-chefe da entidade afirma que não existe razão para mudanças no protocolo

Jornal GGN – A OMS (Organização Mundial da Saúde) optou pela retomada dos estudos clínicos com a hidroxicloroquina para o tratamento da covid-19 no programa internacional Solidarity.

De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, a cientista-chefe da OMS, Soumya Swaminathan, declarou que o comitê independente que analisou as informações apresentadas até o momento pelo Solidarity e outras pesquisas não indicou sinais de ligação entre um percentual maior de mortalidade e a hidroxicloroquina, o que viabiliza a retomada dos estudos.

Entretanto, a cientista-chefe ressaltou que até o momento não existem evidências de que qualquer droga reduza a mortalidade ou a severidade da covid-19, e a orientação da OMS permanece a mesma nesse sentido: a cloroquina e a hidroxicloroquina só devem ser usadas em experimentos, em hospitais e sob supervisão médica.

As pesquisas com o medicamento haviam sido suspensas em 25 de maio para que sua segurança fosse reavaliada, uma vez que estudo publicado na revista inglesa Lancet com dados de 96 mil pacientes indicou que a hidroxicloroquina e a cloroquina estavam relacionadas a um nível de mortalidade mais elevado.

O uso de tais drogas é defendido pelo presidente Jair Bolsonaro ao ponto de, em 20 de maio, o Ministério da Saúde realizar a mudança o protocolo de uso e ampliar sua aplicação a pacientes com sintomas leves de Covid-19.

 

Leia Também
Governo Bolsonaro será investigado por falta e atraso de investimentos no combate ao Covid-19
Coronavírus: Bolsonaro veta uso de R$ 8,6 bi no combate à pandemia
Como o coronavírus impactará nas exportações brasileiras à China
GGN prepara dossiê sobre trajetória de Sergio Moro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Jornalista da Folha não cometeu crime em artigo sobre Bolsonaro

1 comentário

  1. Este Bolsonaro não é fácil não !!!! A culpa pela OMS retomar os estudos da Hidrocloroquina devem ser dele !!!! Desde já CULPADO !!!!!! A Verdade é Libertadora !! ADHEMAR FERREIRA DA SILVA

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome