Coronavírus: Rússia reforça restrições após aumento de óbitos

As máscaras devem ser usadas em áreas movimentadas, no transporte público, em táxis e elevadores a partir de quarta-feira, dia 28.

Divulgação

Jornal GGN – A Rússia reforçou as restrições contra o coronavírus, incluindo o uso de máscaras em espaços públicos, após registrar um aumento diário recorde nas mortes por vírus.

Segundo o órgão regulador de segurança do consumidor do país, as máscaras devem ser usadas em áreas movimentadas, no transporte público, em táxis e elevadores a partir de quarta-feira, dia 28.

Rospotrebnadzor também proibiu eventos públicos entre 23h e 6h, dizendo que cafés e restaurantes deveriam estar fechados durante esse período.

Hoje, as autoridades de saúde relataram um recorde de 320 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas.

A Rússia tem o quarto maior número de casos de vírus do mundo, com um total de 1.547.774 infecções registradas e 26.589 mortes.

Moscou é o epicentro do surto e, no início deste mês, residentes com mais de 65 anos foram convidados a ficar em casa.

No início da quarentena, a Rússia impôs um dos mais severos bloqueios nacionais: negócios essenciais foram fechados e os residentes de Moscou só podiam circular livremente com passes digitais oficiais.

Mas grande parte das restrições foram suspensas antes de um desfile militar em junho e uma votação em todo o país sobre as emendas que prepararam o caminho para que o presidente Vladimir Putin permanecesse no poder até 2036.

Com informações do The Guardian.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  ‘É preciso fortalecer o SUS, pois toda a vacinação deve ser inserida no nosso sistema público reconhecido mundialmente’

2 comentários

  1. Vocês deveriam informar corretamente sobre o “desfile militar” citado; se trata da comemoração da vitória sobre o nazismo.
    Informação pela metade é desinformação.

  2. Li o artigo esperando referências à vacina russa, não está sendo usada, ou não surte o efeito desejado? Por que não se fala mais nela?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome