Coronavírus: secretarias estaduais registram recorde de mortes

Dados mostram que 14 dos 27 estados brasileiros ultrapassaram pico de vidas perdidas; mais de 56 mil pessoas morreram apenas em março

Jornal GGN – Mais da metade das secretarias estaduais de saúde do Brasil registram recordes mensais de vidas perdidas para a covid-19: em 14 das 27 unidades federativas, mais pessoas morreram em março do que o visto desde o início da pandemia.

Os dados foram divulgados pelo portal G1, a partir de dados parciais das secretarias estaduais de Saúde e apurados pelo consórcio de veículos de imprensa.

O último estado a bater recorde de mortes foi o Rio Grande do Norte, que somou 809 mortes por covid-19 entre os dias 01 e 27 de março. O recorde anterior foi em julho de 2020, quando foram registradas 783 vidas perdidas.

Os outros 13 estados com recordes de vidas perdidas são Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Rondônia, Goiás, Bahia, Tocantins, São Paulo, Mato Grosso, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraíba e Acre.

Ao todo, o Brasil perdeu 56.012 pessoas para a covid-19 no Brasil, o pior número mensal desde o começo da pandemia. Ao todo, o país registrou mais de 311 mil mortes pela Covid, considerando dados nacionais até sábado (27) mais as atualizações deste domingo (28) de Goiás e Minas Gerais.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora