Documentos mostram que complicações da covid-19 mataram Anthony Wong

Defensor do tratamento precoce, médico se submeteu a tratamentos com drogas comprovadamente ineficazes contra o vírus

Jornal GGN – O médico Anthony Wong, conhecido por ser favorável ao tratamento precoce contra a covid-19, usou os medicamentos que defendia para se tratar da doença em hospital da Prevent Senior.

Segundo o jornal O Globo, Wong morreu de complicações decorrentes da covid-19 – e isso não foi declarado em sua certidão de óbito, assim como ocorreu com a mãe do empresário bolsonarista Luciano Hang.

O médico foi hospitalizado no Sancta Maggiore, da rede Prevent Senior, em 17 de novembro de 2020, quando assinou termo autorizando o uso de hidroxicloroquina e a aplicação de ozonioterapia, proibida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

De acordo com o prontuário acessado, o médico fez uso de hidroxicloroquina e azitromicina, o chamado “kit Covid”, desde os primeiros dias da sua internação, quando o hospital indicou que ele estava com febre, tosse e cansaço.

O quadro de Wong piorou nas semanas seguintes, quando foi intubado e sofreu hemorragia digestiva. Por fim, o médico teve uma pneumonia bacteriana, e veio a falecer em 15 de janeiro de 2021. A causa da morte não foi divulgada pela família.

Em nota, a Prevent Senior diz que “não pode fornecer ou confirmar informações de pacientes” por “limitações éticas e legais”. “Apesar disso, afirma que não houve fraudes ou omissões nos atestados de óbito”.

Leia Também

Polícia Federal finalmente chega ao esquema de Ricardo Barros com medicamentos de alto custo

Após Queiroga testar positivo, Anvisa recomenda isolamento à comitiva presidencial

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome