Exclusivo GGN Covid Mundo: as altas expressivas nos EUA e na Europa

Os dados gerais da Europa mostram o crescimento nítido das curvas de casos. Em uma semana apenas, houve aumento de 32,2% na média diária semanal, de 36,1% na média de 14 dias e 27,1% na mádia de 28 dias.

Nova luz amarela nos Estados Unidos, acompanhando a segunda onda que explode na Europa.

Aqui, a curva de casos do país, desde início de março. Houve uma primeira onda que explode em meados de abril, depois uma segunda onde em fins de julho e, agora, o início da terceira onda.

Nesse quadro, em cima dos dados dos últimos 7 dias, fica mais clara a aceleração da pandemia no país. Não se trata apenas do aumento nos números diários – que pode refletir problemas estatísticos. Na média diária de 7 dias, houve aumento de 13,5% em uma semana; na média de 14 dias, de 11,1% e na média de 28 dias, em 7,3%.

Os dados gerais da Europa mostram o crescimento nítido das curvas de casos. Em uma semana apenas, houve aumento de 32,2% na média diária semanal, de 36,1% na média de 14 dias e 27,1% na mádia de 28 dias.

Os 4 países europeus mais afetados pela primeira onda, registram altas elevadas na 2a onda.

Aqui os dados diários.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Coronavírus: Bélgica enfrenta ‘tsunami’ de infecções, diz ministro da saúde

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome