FMI diz que economia chinesa deve voltar à normalidade ainda este ano

"As autoridades chinesas estão trabalhando para mitigar o impacto negativo do coronavírus na economia", disse diretora do FMI

Os trabalhadores de obras do projeto de uma rodovia em Shaoxing, província de Zhejiang, leste da China, em 22 de fevereiro de 2020 - Foto: Xinhua / Huang Zongzhi

Sugerido por Carlos Pimenta
Comentário no post Coronavírus: Um resumo do que aconteceu, até agora, nesta terça, dia 25

Contrariamente à torcida da mídia ocidental que aposta no colapso da China, até o FMI reconhece que a economia chinesa deverá voltar ao normal no 2º trimestre:

FMI espera que a economia chinesa volte ao normal no segundo trimestre

Do CGTN em espanhol

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, disse em 22 de fevereiro, em Riad, que está confiante de que a economia chinesa “voltará ao normal no segundo trimestre” de 2020.

A diretora do FMI afirmou que “as autoridades chinesas estão trabalhando para mitigar o impacto negativo do COVID-19 na economia”, acrescentando que ela teve “uma excelente conversa” com altas autoridades chinesas. 

Ela destacou que “no atual cenário de referência, as políticas anunciadas estão sendo implementadas e a economia chinesa voltará ao normal no segundo trimestre”. Na reunião de ministros e governadores de bancos centrais do G20, ela disse que “como resultado, o impacto [do coronavírus] na economia mundial será relativamente pequeno e breve”.

Georgieva também transmitiu “toda a sua solidariedade” para as vítimas na China e em outras áreas afetadas e disse que “o FMI está pronto para ajudar”. 

Para evitar cenários piores, ela ressaltou que “a cooperação global é necessária para conter o COVID-19 e seu impacto econômico, especialmente se o surto se tornar mais persistente e generalizado” e, finalmente, alertou contra “o risco para estados e países frágeis com sistemas de saúde precários “. 

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI) disse que está confiante de que a economia chinesa “voltará ao normal no segundo trimestre” de 2020.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome