OMS alerta Europa a necessidade de novas restrições na contenção da Covid-19

Segundo a organização, “se tais iniciativas forem implementadas, cerca de 281 mil vidas poderão ser salvas até janeiro de 2021”

Foto: EFE/EPA/IAN LANGSDON

Jornal GGN – A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou os países europeus para a necessidade da tomada de novas medidas de restrição para contenção da Covid-19, em meio a segunda onda do vírus no continente. As informações são de Jamil Chade, no Uol.

Segundo a organização, “se tais iniciativas forem implementadas, cerca de 281 mil vidas poderão ser salvas até janeiro de 2021”, escreveu Chade. 

Nas últimas semanas, a França, Portugal, Suíça, Irlanda e Alemanha registraram alta nos números relacionados à doença, o que levou ao emprego de diversas restrições de movimentação e de controles nessas regiões.  

O chefe da OMS para a Europa, Hans Kluge, explicou que o cenário atual “trata-se de uma situação de grande preocupação”. 

A OMS alerta que as taxas de novos casos são duas vezes mais elevadas que em abril, mas o número de mortes é menor, um quinto do que se verificou. 

No entanto, “se governos não agirem e deixar o vírus circular, a Europa terá, em janeiro de 2021, uma taxa de mortalidade quatro ou cinco vezes maior que em abril”, escreveu Chade. 

As medidas sugeridas pela OMS incluem um uso generalizado de máscaras, a volta do trabalho remoto e o fim de aglomerações. “Se isso for feito, teremos resultados em algumas semanas”, disse Kluge. “Se medidas forem adotadas, 281 mil vidas podem ser salvas até janeiro”, afirmou. 

Leia mais: Governos da Europa não estão preparados para segunda onda de Covid, diz Comissão

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome