Pandemia de covid-19 poderia ter sido evitada, afirma painel da OMS

A principal conclusão do painel é que a OMS deveria ter declarado uma emergência mais cedo e que agora é preciso adotar medidas urgentes para prevenir possíveis pandemias futuras

Reprodução

Jornal GGN – A tragédia global da pandemia do novo coronavírus “poderia ter sido evitada”,  de acordo com especialistas do Painel Independente para Resposta e Prontidão à Pandemia (IPPPR), estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e liderado pela ex-primeira-ministra da Nova Zelândia, Helen Clark, e a ex-presidente liberiana, Ellen Johnson Sirleaf.

O relatório, chamado “Covid-19: Que essa seja a última pandemia”, é resultado de uma análise feita nos últimos oito meses por 13 especialistas sobre a propagação do vírus e as medidas adotadas pelo governos ao redor do mundo para enfrentar a doença.

A principal conclusão do painel é que a OMS deveria ter declarado uma emergência mais cedo e que agora é preciso adotar medidas urgentes para prevenir possíveis pandemias futuras, uma vez que os atuais sistemas nacionais e internacionais não são “adequados para proteger as pessoas da Covid-19″ e que fevereiro de 2020 foi “um mês perdido”.

“O tempo que levou desde a notificação de um grupo de casos de pneumonia de origem desconhecida em meados de dezembro de 2019 até a declaração de uma Emergência de Saúde Pública de Preocupação Internacional foi muito longo”, apontou o documento.

“Este é um desastre contínuo que acreditamos que poderia ter sido evitado. A evidência mostra que um surto se tornou uma pandemia devido a falhas, lacunas e atrasos na preparação e resposta. Isso se deveu em parte a uma falha em aprender com o passado”, disse Sirleaf, em entrevista coletiva.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome