Primeiro lote da vacina CoronaVac chega a São Paulo

Essas 120 mil doses representam o primeiro passo de um acordo que prevê 6 milhões de doses.

Jornal GGN – O primeiro lote com 120 mil doses da vacina CoronaVac chegou hoje, 19, a São Paulo. A vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan, virou guerra política entre o presidente Jair Bolsonaro e o governador João Doria. Os dois olham para a candidatos nas eleições de 2022.

As ações de Bolsonaro contra a vacina CoronaVac afrontaram decisões anteriores do Ministério da Saúde, colocando o ministro general Pazuello em posição delicada, tendo que refazer determinação. Depois o presidente disse que não ia comprar a CoronaVac, sempre alfinetando João Doria. Por fim, a Anvisa foi envolvida, mas se safou com ‘pareceres técnicos’.

Apesar da peleja, o primeiro lote de CoronaVac chegou ao país. O lote foi recepcionado pelo governador João Doria, que fez declarações e fotos comemorando o fato.

O produto será transportado até o Instituto Butantan num caminhão escoltado pelas forças de segurança do estado. Estar no Instituto é garantia de que, caso aprovada pela Anvisa, a vacina poderá entrar no circuito de imunização da população.

Essas 120 mil doses representam o primeiro passo de um acordo que prevê 6 milhões de doses. As doses prontas e a matéria-prima para a fabricação de mais 40 milhões de doses chegarão a São Paulo até o dia 30 de dezembro, prevê Doria.

O Butantan detém duas fábricas para produção e envase de vacinas cuja capacidade atinge cerca de 2 milhões de doses. Segundo o instituto, as duas linhas de produção já passaram por manutenção e estão prontas para o início dos trabalhos.

Nesta terça-feira (17), um artigo publicado na revista científica Lancet Infectious Diseases mostrou que a Coronavac é segura e tem a capacidade de produzir resposta imune no organismo 28 dias após sua aplicação em 97% dos casos.

Com informações da Folha.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora