Rejeição ao governo em pandemia segue alta: 51%, segundo Datafolha

A rejeição ao governo é 18 pontos percentuais maior do que no início da pandemia. Contudo, o Ministério da Saúde teve uma pequena melhora na imagem, em comparação à pesquisa anterior

Enfermeiras e enfermeiros protestam em Brasília contra a política de descaso do governo Bolsonaro frente à pandemia - Sergio Lima/ AFP

Jornal GGN – A desaprovação ao governo de Jair Bolsonaro segue alta, com 51% da população considerando o governo ruim ou péssimo na pandemia, segundo pesquisa do Datafolha.

A rejeição ao governo é 18 pontos percentuais maior do que no início da pandemia. Contudo, o Ministério da Saúde teve uma pequena melhora na imagem, em comparação à pesquisa anterior, quando o comando estava nas mãos de Eduardo Pazuello.

Hoje, 32% dos entrevistados avaliam a atuação da pasta como ruim ou péssima. Em março, eram 39% os que avaliavam negativamente o Ministério da Saúde. Os que aprovam o atual desempenho da pasta seguem no mesmo patamar, de 30%.

A pesquisa ouviu 2.071 pessoas, de forma presencial, em 146 municípios do país, entre os dias 11 e 12 de maio, e apresenta uma margem de erro de 2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O Instituto Datafolha analisa que o cenário um pouco mais favorável da pasta pode ser consequência da mudança da pasta, com o ministro Marcelo Queiroga assumindo o cargo, dando maior estímulo à vacinação, defendendo o uso de máscaras, etc.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome