Araújo confirma que governo mobilizou diplomacia internacional por cloroquina

"A pedido do Ministério da Saúde buscamos facilitar a importação dos insumos para a cloroquina", confirmou à CPI da Covid

Ex-ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo - Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Jornal GGN – O ex-chanceler Ernesto Araújo confirmou que o governo de Jair Bolsonaro pediu mobilização da diplomacia internacional do Brasil para a importação de cloroquina.

Em depoimento na CPI da Covid, nesta terça (18), o ex-ministro de Relações Exteriores afirmou que lhe foi solicitado atuar para buscar o fornecimento, por países, do medicamento sem comprovação de eficácia contra a Covid-19.

O pedido, segundo ele, partiu do Ministério da Saúde. Araújo, contudo, justificou e saiu em defesa da solicitação da pasta: “em março [de 2020], havia a expectativa de que houvesse eficácia da cloroquina para tratamento da Covid, não só no Brasil, mas em todo o mundo.”

Em seguida, continuou na defesa do pedido pelo remédio sem eficácia comprovada: “Isso [a suposta futura eficácia do remédio] baixou precipitadamente o estoque de cloroquina no país e fomos informados sobre isso. A pedido do Ministério da Saúde buscamos facilitar a importação dos insumos”, admitiu.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome