GGN

É a oportunidade da Anvisa nos convencer de que não dificultou a aquisição de vacinas, diz Renan Calheiros à TVGGN

Jornal GGN – O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB), disse em entrevista à TVGGN, na noite de segunda (10), que o depoimento de Antonio Barra Torres à comissão, na manhã desta terça (11), será a oportunidade para o presidente da Anvisa convencer o Brasil de que não trabalhou para dificultar a aquisição de vacinas, principalmente a Sputnik V, que teve o pedido de importação rejeitado. O Ministério da Saúde e o Consórcio Nordeste já negociaram um total que ultrapassa 40 milhões de doses da Sputnik.

Segundo o relator, Torres será questionado sobre a pressão que pode ter sofrido para atrasar ou negar o pedido de registro de vacinas. Há senadores na comissão que defendem a queda de sigilo telemático do presidente da Anvisa para descobrir se Jair Bolsonaro promoveu intervenções indevidas na Anvisa.

Aos jornalistas Marcelo Auler e Luis Nassif, Renan Calheiros disse que a CPI está investigando fatos públicos e demonstrado que o presidente Jair Bolsonaro não tem, até o momento, “nenhuma linha de defesa”.

Nesta semana, a CPI deve ouvir o presidente da Anvisa, representantes da Pfizer e o ex-chefe da SECOM, Fabio Wajngarten, que acusou o general Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, de não aceitar a oferta da Pfizer em meados de 2020.

Assista à entrevista com Renan Calheiros abaixo, a partir dos 11 minutos:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Sair da versão mobile