Governistas têm atuação apagada na CPI da Covid

Dificuldade apresentada pelos senadores aliados tem levado suplentes e o filho do presidente a agirem em defesa de Bolsonaro

Foto: EDILSON RODRIGUES/AGENCIA SENADO

Jornal GGN – Os quatro senadores governistas que integram a CPI da Covid tem tido dificuldade para mostrar coesão nos debates com os governistas.

Reportagem do jornal O Globo indica que dois dos quatro senadores tem tido uma atuação apagada, apontando Marcos Rogério (DEM-RO) e Eduardo Girão (Podemos-CE) como os mais atuantes na defesa do governo, embora Girão rejeite ser chamado de governista e se intitule independente.

Já Fernando Bezerra (MDB-PE), líder do governo no Senado, começou de forma atuante, mas pouco ou nada falou em três das últimas quatro sessões. De acordo com a reportagem, Bezerra recuou depois que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva apareceu na liderança das pesquisas eleitorais em Pernambuco.

A atuação governista mais apagada tem levado os senadores suplentes a intervirem na defesa do presidente e, quando nem isso é suficiente, até o filho do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), tem ido a sessões para defender a gestão do pai.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome