Home Gestão Corrupção ONG de reverendo negociou vacinas com policial aposentado nos EUA, diz jornal

ONG de reverendo negociou vacinas com policial aposentado nos EUA, diz jornal

ONG de reverendo negociou vacinas com policial aposentado nos EUA, diz jornal
Reprodução

Publicado em 01 de agosto de 2021

Jornal GGN – Uma organização não-governamental autorizada pelo governo Bolsonaro a negociar a compra de vacinas contra a covid-19 procurou imunizantes junto a uma empresa norte-americana, cujo gerenciamento era feito por um policial afastado por suspeita de corrupção e sediada nos fundos de um escritório de advocacia.

A empresa norte-americana foi aberta em janeiro deste ano, com o nome de International Covid Solutions Corp, presidida por Charles Ramesar e gerenciada pelo policial aposentado de Nova York Rudranauth Toolasprashad, enquanto o comando da Senah é de responsabilidade do reverendo Amilton Gomes de Paula, que deve ser ouvido pela CPI da Covid na próxima terça-feira.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, a Senah (Secretaria Nacional de Assuntos Humanitários) discutiu, em nome do governo de Jair Bolsonaro, a aquisição de luvas, seringas e vacinas da Pfizer e da AstraZeneca com a empresa norte-americana, embora a AstraZeneca tenha dito publicamente que não negocia imunizantes com empresas privadas.

A Senah também debateu a compra de 400 milhões de doses da vacina da AstraZeneca com a Davati Medical Supply. O aval do governo para que a ONG conduzisse as conversas foi concedida pelo então diretor de imunização do Ministério da Saúde, Laurício Monteiro Cruz, que foi exonerado depois que o caso veio à tona.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Sair da versão mobile