A oferta de Magno Malta para tirar Paulo Bernardo da mira de Sergio Moro

Por Andrei Meireles e Cadu Gomes

Do Fato Online

Em 23 de setembro, o STF (Supremo Tribunal Federal) aprovou o primeiro desmembramento de um inquérito da Operação Lava-Jato e remeteu a investigação sobre um esquema de corrupção no Ministério do Planejamento, na gestão do ex-ministro Paulo Bernardo, para a Justiça Federal em São Paulo. Os ministros entenderam que o caso não tinha a ver com o escândalo da Petrobras. Os procuradores da República não gostaram. Avaliaram que seria um precedente perigoso.

Cerca de 20 dias antes da decisão do Supremo, a câmera do repórter fotográfico Cadu Gomes, do Fato Online, flagrou uma instigante troca de mensagens entre os senadores Magno Malta (PR/ES) e Gleisi Hoffmann (PT/PR), casada com Paulo Bernardo. “Deus vai me ajudar lá com nosso amigo. Nosso amigo está no STF. Assim que chegar me chama”, escreveu Malta, no WhatsApp. O que ele quis dizer com isso?

“A Gleisi estava muito preocupada com a possibilidade de o juiz Sérgio Moro mandar prender o Paulo Bernardo”, diz Malta. “Além de orar com ela, tentei ajudar a tirar o inquérito do Moro”. Como fez isso? “O amigo a quem me refiro na mensagem é o Rodrigo Janot (procurador-geral da República). Na verdade, fiz o pedido a um amigo meu, procurador da República, muito ligado ao Janot.”

Magno Malta faz questão de dizer que em nada influiu na decisão do Supremo. “ Não tive êxito. O Rodrigo Janot foi contra o desmembramento. Não falei com ninguém do STF.”

Leia também:  Manaus terá de importar oxigênio da Venezuela para aplacar crise em hospitais

A senadora Gleisi confirma as orações com Magno Malta, mas diz não ter conversado com ele sobre o desmembramento do inquérito que apura a suspeita de corrupção no Ministério do Planejamento. “O que ele fez foi indicar um advogado para ajudar na defesa”. A senadora, que já tem outros defensores, afirma que não aceitou a oferta. 

Na semana passada, o senador Delcídio Amaral (PT/MS) foi preso pela Polícia Federal, por ordem do STF, por ter relatado em uma gravação, entre outras coisas graves, supostas tentativas de convencer ministros do Supremo a conceder habeas corpus a Nestor Cerveró, ex-diretor Internacional da Petrobras, preso em Curitiba. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

23 comentários

  1. Uau!  Virou festa agora:

    Uau!  Virou festa agora:  todo mundo “influi” no supremo, todo mundo tem “amigos” procuradores do PGR, todo mundo tem…  tudo!  Eh so “avisar na hora que chegar” e pronto.

  2. Qual a relação do último

    Qual a relação do último parágrafo com o teor principal da matéria?

    Verdadeiro contrabando.

    Parece aquele negócio de enfiar um monte de jabutis nas Medidas Provisórias.

    Bem que poderia ter terminado com uma informação sobre a final da Copa do Brasil, não é?

    • O assunto eh “trafico de

      O assunto eh “trafico de influencia” (coff coff) com o supremo brasileiro e aparece ate no titulo do item.

  3. Ora, ora

    Muito simples Andrei, muito simples Cadu,

    …prenda-se Magno Malta.

    Ora, ora, senador, pare de orar. Sua oração, cujo valor é zero ou próximo de,  é mais puxada pra torpeza do que santidade. O Sr. conhece a perícope, que nos instrui a fazer com que “sua mão esquerda não saiba o que faz a diretia”, pois é, Senador, imagino o que o Sr. não deve orado, para trazer de volta o dinheiro do BANESTADO, que o Sr. ponticou tão bem na CPI. 

    Ou, então, quem vai orar sou eu para ressarcir-me dos seus gastos de uma viagem aos EUA paga com diheiros públicos! Amém! 

  4. Quem é do Paraná sabe quem

    Quem é do Paraná sabe quem são Gleisi Hoffman e Paulo Bernardo, a dupla dinâmica.

     

    Nem o PT daqui (a militância) gosta deles…

    A Gleisi só ganha eleição porque se travestiu de ‘defensora dos direitos das mulheres’. Para ela, tudo é machismo… A abertura do processo de impeachment é um ato machista (e não político) na cabecinha dela.

     

    Já o Bernardo, não precisa nem falar né… Inclusive o Requião teve uma discussão com ele uns tempos atrás e o acusou de faturar milhões em propinas quando era ministro do planejamento…

    • Paraná

      A política do Paraná é espelho da de São Paulo. Das piores do Brasil o que já diz tudo…

      Aliás o Estado é um espelho de SP em TUDO, um clone.

      Em tempo, nasci no Paraná, mas não moro lá.

       

  5. Gostaria de saber apenas duas

    Gostaria de saber apenas duas simples coisas:

    1) Ninguém vai encontrar uma gravação, whatsapp, foto, grampo, a pqp, para revelar quem ajuda Eduardo Cunha a ficar fora das grades?

    2) Se na Constituição e em todo código penal brasileiro tem algum artigo que diga expressamente que todos os membros filiados, simpatizantes, eleitores, amigos, vizinhos, parentes vinculados ao PT estão excluídos do juizo natural. Se isso não existir, cabe uma investigação para saber porque o STF transferiu a ação do mensalão tucano para a primeira instância. Teriam eles algum amigo por lá?

  6. éh uma esculhambação total

    Nesse atual momento, o Brasil está sendo passado à limpo totalmente.

    Vale tudo, tudo mesmo, até bandido mandar prender o delegado (cunha X dilma)

    Vale até mesmo um “repórter fotográfico investigativo ligeirinho” apropriar-se 

    da privacidade alheia e fazer o que fez, depois ficamos reclamando da mídia.

    Mas no final das contas, espero que tenhamos avançado e fortalecido nossa democracia

    eliminando os golpistas de plantão!

  7. Prendam o homem

    Não foi esta a razão apresentada p/ a prisão do Delcidio ? STF , essa lava-jato está escondendo muito do PSDB e mostrando muito bem, o que se passa nas altas cortes.  Nem sei a que partido pertence esse senador. Somente sei do histerismo dele ao discursar no plenário do Senado, contra o governo . Vejamos como vão agir.

  8. Se ilude quem quer: o país

    Se ilude quem quer: o país atravessa uma fase de promiscuidade incompatível com um contexto de avanços materiais, sociais e políticos. Um problema que atinge todo os escalações da vida nacional. Não tem santo nessa dramalhão “nelsonrodriguiano”.

    Quem se salva? Nada nem ninguém. 

      • Cunhão, pelo visto voce não

        Cunhão, pelo visto voce não viveu a dita, se viveu não tomou conhecimento e se viveu ou não viveu nunca procurou saber como foi a dita. Lá foi MUITO PIOR. Só que poucos tomavam conhecimento do que realmente acontecia.

    •  
       
      Sei não JB Costa. Lembre

       

       

      Sei não JB Costa. Lembre vosmecê  que o verdadeiro esporte  nacional é a promiscuidade. O que contraria de certo modo, o que dizem. Não é o futebol .  Na verdade, a parte da  anatomia bi-protuberante da gestalt feminina (com toda vênia das  mulheres).  Aliás, graças ao interessante desembarque dos navegantes portugueses, que, ao aqui aportar, são recepcionados por entusiástica acolhida, sobretudo, por parte das belas raparigas, filhas dos donos das terras, das águas, dos bichos, e dos frondosos pés de arvores.   

      Logo, os representantes da Santa Madre Igreja, embarcados na foz do Tejo ainda fies observantes das regras celibatárias, ao desembarcarem num porto seguro no lado de baixo do equador , logo, largam de mão o jejum carnal pra mergulhar na mais deslavada gandaia marital. Danam-se a fornicar, montando famílias aos magotes concomitantes. Produzindo em decorrência da deliciosa promiscuidade em que se atolam, nossos primeiros antepassados e,  suas  consequências.   Daí JB, entendo não ser de hoje tais mazelas.

      Abraços.

      Orlando

  9. não sei não….mas se fosse

    não sei não….mas se fosse eu ante uma boa chance da mesma ficar ¨viúva temperariamente¨ também iria querer ela junta numa oração e não perderia a oportunidade de se passar por protetor poderoso. Ou seja, é tjudo fanfarice

  10. Gleisi e Malta.

    Gleisi e Malta foram negligentes ao não darem uma olhadinha pra trás.

    Decerto se esqueceram daquela do Vaccarezza candidamente trocando ideia com Cabral Júnior: “A relação com o PMDB vai azedar na CPI. Mas não se preocupe você é nosso e nós somos teu”.

    Esse povo não aprende.

  11. SOBRE O SENADOR MAGNO MALTA

           Certa vez procurando pela internet sobre a morte de motoqueiro por um Promotor de Justiça que lhe deu 14 tiros no momento em que o motoqueiro parou ao lado de seu carro no cruzamento das avenidas com o farol fechado, achei esse Jornal:

    http://folhadanoite.blog.com/   (o Senador leva uma paulada só – há vários artigos com denúncias gravíssimas)

    http://folhadanoite.blog.com/2009/02/09/magno-malta-vestido-para-enganar-2/

               

  12. “O amigo que está no STF”

    Poderia ser… Jesus. Simplesmente isso. Típica frase de evangélico. Vendo chifre em cabeça de cavalo.

  13. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome