Após nova cirurgia, Bolsonaro passa bem

Jornal GGN – Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência, passou por nova cirurgia na noite desta quarta-feira, dia 12. O procedimento fez correção de aderência na região abdominal e durou mais de uma hora. O Hospital Albert Einstein informou, na madrugada desta quinta-feira, que o procedimento foi ‘bem-sucedido’.

A assessoria do hospital disse que maiores detalhes serão fornecidos hoje, por volta de 10h, em novo boletim médico. A cirurgia foi acompanhada pela mulher de Bolsonaro, Michelle, que está em São Paulo, e por assessores.

Após melhoras em seu estado clínico, com os últimos dias sem febre nem sinais de infecção, Bolsonaro teve um agravamento no quadro de saúde. Na terça-feira ele recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e passou para a unidade de cuidados semi-intensivos. E iniciou alimentação via oral, que foi suspensa após apresentar problemas.

Na quarta-feira, Bolsonaro reclamou de dores e náuseas, o que fez os médicos retomarem a alimentação via venosa, suspendendo a ingestão de alimentos.

Por volta das 22h30, o Hospital informou que Bolsonaro seria submetido a uma cirurgia, pois apresentou ‘distensão abdominal progressiva e náuseas’. O candidato fez uma tomografia do abdômen que indicou obstrução e a indicação foi a cirurgia.

Após a cirurgia o filho Flávio Bolsonaro confirmou que foi tudo bem e fez seu a pelo eleitoral, dizendo que o pai ‘está pagando um preço muito alto por querer resgatar o Brasil, está literalmente dando seu sangue’.

O candidato levou uma facada no último dia 6, quando em campnha em Juiz de Fora, Minas Gerais. Ele foi atendido pelo SUS, na Santa Casa de Juiz de Fora e passou por cirurgia. Graças a este atendimento pelo SUS o candidato conseguiu escapar com vida. Foi transferido para o Hospital Albert Einsteina na sexta, dia 7, a pedido da família.

 

10 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Maria Luisa

- 2018-09-13 13:24:27

Sera que o Mourão ja esta providenciando a cova...

O Mourão esta esfregando as mãos! O Bolsonaro que se benza. Ja esta dando o golpe antes da eleição. Mais uma jabuticaba brasileira. Toda vez que o Mourão abre a boca sai uma merda :) Ele da tiro na propria campanha eleitoral ! Como teria dito Ciro Gomes é um jumento de carga. 

Nender, o tal.

- 2018-09-13 12:19:34

Medicina é a arte do homicídio consentido!

A grandeza de um "atentado" como esse revela como é tão crucial controlar a medicina quanto devemos controlar as armas e as FFAA.

Quem governa tem que saber disso.

Médico te mata fazendo todos os procedimentos "esperados". Aliás, médicos matam por um monte de motivos, desde implantar "tratamentos" lucrativos para os seus donos (indústria farmacêutica e a indústria de diagnóstico de imagens e tratamentos caros), até para impor uma determinada política pela comoção geral.

Alguém lembra aí como se matou gente dando overdose de vacina contra a febre amarela há uns anos atrás, só para colocar na conta do PT?

Pois é, não ouvi nehum médico se lavantar a proclamar o crime em curso!!!!

Assim como médicos que abusam sexualmente de suas pacientes o fazem quando estão praticando medicina.

Ele não coloca uma arma para forçar a vítima ceder aos seu desejo sexual.

Nada.

É sempre dentro de um procedimento médico.

 

Precisamos acabar com essa beatificação do médico, tomando como bons e corretos a maioria!

Nada.

Médico que presta é exceção!

A enorme maioria é de mercenário!

É só ver como se distribui a relação médico x paciente nas regiões brasileiras.

Sul e Sudeste parece USA.

Norte, Nordetes e Centro-Oeste parece a Zâmbia.

Não foi à toa a gritaria contra o Mais Médicos que ameaçava essa lógica de mercado! 

 

Mas fica a satisfação de ver que um dos mais cretinos desse país pode receber o passe para o inferno dos "anjos de branco".

Nender, o tal.

- 2018-09-13 12:03:22

Telegramas de Pasárgada...

"Política é feita com o fígado. E os inimigos a gente elimina pelos intestinos." (frase ouvida nos corredores do Hospital de Base de Brasília no fim da década de 80)

Foi assim com o primeiro-tucano do Brasil, o "moderado" tancredo. 

Na verdade, um articulador sagaz que sabotou eleições diretas enquanto pode para se tornar a alternativa viável, usando as mesmas chantagens e extorsões praticadas hoje:

- Olha, fulano se ganhar não empossa, e se empossar, não governa! (mais ou menos como vociferou Lacerda com JK).

- Temos que ver quem é aceito pelo mercado (na época, o mercado vestia farda, hoje veste farda e toga).

Gente boa da esquerda embarcou nessa conversa de cerca-lourenço do mineiro, como muita gente boa anda repetindo essas asneiras hoje em dia!

E assim o Tancredo achou que era sabido demais, e sabido demais vira bicho!

Como todo esperto achou que todo mundo era bobo, e aí foi para vala.

Claro que podemos discordar se houve ou não homicídio dentro do Hospital de Base, mas a morte do primeiro tucano caiu como uma luva para o modelo de transição imaginado pelos gorilas verde-oliva e seus donos, o mercado!

Foi tão bom, mas tão bom que até hoje suscita a dúvida sobre a natureza "trágica e imprevista" de sua morte!

Criou-se a farsa "democrática" do colégio eleitoral (uma das últimas vezes que o PT foi PT, ao rejeitá-lo), supriu-se a frustração popular latente (e perigosa) pela ausência de eleições diretas, tutelou-se o novo regime com um fiel gendarme na vice-Presidência, interditou-se as forças que lutaram contra regime e buscavam sua reparação histórica (chamada pelos canalhas de todas as matizes políticas de "revanchismo") e pronto.

Uma vez caído o tucano mineiro, foi só deixar o barco correr. Qualquer tentativa de mudar as estruturas da desigualdade secular, dos instrumentos autoritários a disposição das elites (apesar da chamada redemocratização) lá vinha o aviso: "olha o revanchismo".

Resultado: da lei de anistia até a ficha limpa, completamos o ciclo de golpe, farsa democrática e novo golpe! Com stf (e principalmente com ele) e tudo!

E não me venham com essa baboseira tipo: "uah, isso é paranoia conspiratória", pode até ser, mas isso não quer dizer que não estejamos certos!

Se os EUA mataram dois dos seus mais populares e icônicos presidentes (Lincoln e JFK) e tentaram matar outro (Reagan), por que duvidar de que façam isso por aqui?

Pois é.

----------------------------

 

Corta a cena, avança 30 anos!

Facada?

Olha, como a ida ao homem a lua, há controvérsias.

Mas trabalhemos com a possibilidade de que houve a facada.

A questão prinicipal é: quem é que está se aproveitando dela?

Parece óbvio que é o próprio esfaqueado.

Uma hora o cara está hiper-mega-super bem, e na outra vai às pressas para levar outra facada dos médicos?

O roterinho básico da super exposição e da tentativa de humanização do candidato, principalmente calando-lhe o bebedor de lavagem está em andamento.

Oscilações em seu estado clínico são conhecidas entre roteiristas: cria a tensão e expectativa, esperança e drama, euforia e frustração!

Tudo isso realça sentidos que atrapalham um bocado a percepção da realidade. No cinema esse truque é feito para revelar (às vezes não) a trama toda no final. Na vida real, minha gente, NUNCA!

Mas a realidade parece que não responde aos estímulos dramáticos hospitalares, e quanto mais vemos a exposição, as notas médicas, as manchetes, tudo indica que tem algo fora do rumo na tática escolhida.

Solução?

Uma mortezinha cairia bem.

O problema é o perfil do imbecil de farda que está na vice.

Consegue ser pior que o titular.

A vida do bolsopária depende dessa análise, e seu eu fosse seus parentes ficaria preocupado.

Se os donos do mundo (mercado) imaginarem que vale mais a pena entregar a rapadura ao gorila de farda, que terá a "legitimidade" das urnas (inclusive o PT não poderá reclamar do jogo que aceitou participar), digam adeus ao bolsobosta.

Acho que ele poderia até ser instado a se retirar do páreo, dando-lhe a chance de sobreviver. Com uma bela e gorda conta numerada na Suíça.

Porém, seria arriscado manter um "acervo" dessa natureza nos armários do Novo Regime que se anuncia!

Fico com a hipótese de nova diverticulite.

Também estão a procura de um novo Antonio Britto, quem se candidata?

 

PS: Sim, a escolha do autor foi um golpe de mestre! Quem vai conseguir definir algo com aquele débil mental? Seu perfil vai manter a possibilidade de colar qualquer coisa nele: desde um plano petista até o comando uma seita formadas por extraterrestres!

Baima

- 2018-09-13 11:56:43

Bolsonaro é um Serial Killer

A foto, que não é de hoje, mostra que Bolsonaro é um SERIAL KILLER: ele só  pensa em matar.

Bruno Cabral

- 2018-09-13 11:52:40

Morreu e estao escondendo, como Tancredo?

Morreu e estao escondendo, como Tancredo?

rdmaestri

- 2018-09-13 11:49:31

A pressa que estão tentando impor ao Bolsonaro, pode.......

A pressa que estão tentando impor ao Bolsonaro, pode lhe custar caro.

Ao introduzirem comida sólida mais rápido do que o normal, forçaram a natureza e parece que ele está entrando no mesmo ciclo que entrei há 51 anos, quando só tinha 14 anos de idade.

Naquele tempo, por uma barbeiragem do meu clínico, que era uma verdadeira besta, tive uma apendicite que supurou (espalhou m... pelo abdômen) resultou numa peritonite. Passei por cinco cirurgias das quais tenho até hoje quatro cicatrizes na pança. Foi um tal de aderência aqui, abcesso ali e mais outras coisitas. Depois de um mês de internação saí do hospital com quase 30 quilos a menos e demorei algumas semanas para me recuperar. Mas tinha 14 anos e não 63 e não ia disputar nenhum cargo político.

Se não houver um médico interessado que ele sobreviva e não que ele participe ou não da campanha, aumenta a chance dele sair com vida, agora se começarem a apressar, a pressionar, o vice vai virar titular.

Vladimir

- 2018-09-13 11:31:02

Santa facada.

Santa facada. Agora,hospitalizado,o candidato defenestrado do exército tem a seu favor não participar de debates (que já havia dito que não iria),não continuar a falar besteiras todo santo dia em público e,de quebra,ainda tem o aposentado do exército com seu cabelinho pintado ameçando a tudo e todos,ou seja,a figura só tem a ganhar.

Rui Ribeiro

- 2018-09-13 10:52:58

Se morrer, como o Adélio vai conseguir sua AK-47?

Não morra, Bolsonaro, pois o Adélio quer uma AK-47 e os meganhas querem continuar se empanturrdando nos pequenos restaurantes e tomando café com muitos bolos nas vendedoras informais das esquina sem pagar um tostão sequer.

Rui Ribeiro

- 2018-09-13 10:44:53

A história se repete

$arney eliminou o Tancredo Neves e assumiu seu posto. Mourão e Comandita estão tentando eliminar o Bolsopata a fim de tomarem o seu posto. Rei morto, rei posto.

"Esse troço já deu o que tinha que dar": 30% no BTG/F$B, 26% no Ibope e 24% no Datafolha.

"É uma exposição que eu julgo que já cumpriu sua tarefa. Ele vai gravar vídeo do hospital, mas não naquela situação, não propaganda. Vamos acabar com a vitimização, chega. Não vamos mais perder tempo com essa fakeada". - General Mourão

Muitos Nazistas tentaram eliminar o Hitler.

Rui Ribeiro

- 2018-09-13 10:38:30

Os mais ricos e menos escolarizados vão votar no Bolsonaro

Os Eleitores do Bolsonaro se orgulham pelo fato de 31% das pessoas que tem intenção de votar nele terem curso superior completo. De acordo com as pesquisas, o Bolsonaro é o candidato com o maior percentual de eleitores com curso superior completo, ao passo que os demais candidatos têm os maiores percentuais de eleitores com baixa escolaridade. Essas pesquisas procedem?

Não, elas não procedem. Os eleitores do Bolsonaro não são os mais escolarizados, os eleitores do Bolsonaro são os mais ricos, e eles são mais ricos não porque são mais escolarizados, mas, ao contrário, são mais escolarizados porque são mais ricos. Além disso, 69% de seus eleitores tem baixa escolaridade.

Ontem eu conversava com um pequeno empresário que dizia não entender porque, no Brasil, os pequenos empresários pagam mais impostos do que os grandes empresários. Ele disse que vai votar no Bolsonaro porque espera que o Bolsonaro vai inverter essa realidade, fazendo os pequenos empresários pagarem menos impostos ao tempo em que fará os grandes empresários pagarem mais impostos.

Eu expliquei a ele que isso se chama incentivos fiscais, que seriam justificados pelo fato dos grandes empresários, supostamente, criarem mais emprego do que os pequenos empresários. Expliquei a ele que isso é uma mentira, pois a maioria esmagadora dos empregadores são pequenos e médios empresários, e não os grandes empresários. Eu disse a ele que o Bolsonaro vai facilitar ainda mais a vida dos mais ricos ao tempo em que vai dificultar ainda mais a vida dos mais pobres, pois quem vai votar nele são os mais ricos, os quais são mais escolarizados porque são mais ricos e não o inverso. O mencionado pequeno empresário com o qual eu conversava tem curso superior completo – mecânica. Ele concordou comigo e ficou indeciso.

Quem planta armas colhe facadas.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador