Bolsonaro passa por procedimento para drenagem de líquido no abdômen

da Agência Brasil

Bolsonaro passa por procedimento para drenagem de líquido no abdômen

por Camila Boehm 

O candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, internado em unidade semi-intensiva, passou por um procedimento para drenagem de líquido que estava ao lado do intestino, segundo boletim médico divulgado nesta tarde pelo Hospital Israelita Albert Einstein, onde ele está sendo tratado desde o último dia 7.

Após constatar uma elevação de temperatura para 37,7ºC, os médicos fizeram uma tomografia de tórax e abdômen em Bolsonaro. Os exames mostraram “pequena coleção de líquido ao lado do intestino”, o que levou ao procedimento. Neste momento, ele está com dreno no local e evolui sem dor.

O candidato iniciou ontem alimentação líquida por via oral, com boa tolerância, mantendo também a nutrição endovenosa, segundo boletim médico divulgado pelo Albert Einstein. Bolsonaro continua recebendo dieta líquida por via oral com boa aceitação associada à nutrição endovenosa, de acordo com o hospital.

No último domingo (16), o candidato recebeu alta dos tratamentos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), quando passou a receber cuidados semi-intensivos. Ele estava na UTI desde a quarta-feira (12) da semana passada, quando foi submetido a uma cirurgia de emergência para tratar uma aderência que obstruía o intestino delgado. Antes das complicações, os médicos haviam começado a reintroduzir a alimentação por via oral.

Bolsonaro recebeu uma facada durante ato de campanha no último dia 6, em Juiz de Fora (MG). Após ter sido atendido na Santa Casa da cidade, onde chegou a passar por uma cirurgia, ele foi transferido, a pedido da família, para o Hospital Albert Einstein, na capital paulista, na manhã do dia 7.

14 comentários

  1. A facada de prata

    Assim como no caso da bolinha do papel do Serra, a facada existiu, apenas que não nas proporções que a mídia tenta explorar. Do mesmo modo que no episódio da bolinha, que ilustra como a mídia tenta influenciar nas eleições tentando transformar a bolinha num tijolo, ocorre que ha que ter muito cuidado com os desdobramentos deste assunto da facada; refiro-me ao uso político do fato. Anos atrás colocaram uma camiseta do PT a um criminoso qualquer, dias antes da eleição (episódio do Diniz). Hoje, além de poupar Bolsonaro de falar besteiras e de encher as manchetes com noticias dele, a mídia dá suporte aos aparelhos policiai e de justiça para procurar prováveis “cúmplices” em relação a este episódio da facada.

    Não devemos estranhar que apareça alguma confissão de bandido dizendo que foi o PT quem mandou matar o Bolsonaro, explorando mais uma vez o assunto do Celso Daniel e etc. Isso poderá ocorrer a poucos dias da eleição, se não acontecer exatamente no dia anterior, já com as campanhas fora do ar.

  2. Bolsonaro é contra o aumento de impostos

    Mas quer aumentar a contribuição, que juntamente com impostos e taxas formam os tributos.

    Ele deveria ser contra o aumento de todos os tributos, e não apenas dos impostos.

    • Também acho.

      E vista que eu mesmo passei (está relatado acima), se apareceu um foco infeccioso a última coisa que ele deveria fazer é ficar se movimentando (caminhando) para mostrar que está bem, pois chacoalhando o foco se espalha e formam-se outros focos.

      Não desejo a morte de ninguém, e pricipalmente por uma coisa muito semelhante que já tive e quase que me levou a terra dos pés juntos há 51 anos. Deveria ter repouso absoluto.

  3. tomografia…

    um procedimento tão simples e eles só realizam com o alerta na elevação de temperatura

    impressionante como complicam a recuperação e numa área altamente sujeita à infecções

  4. Devia ter ficado na Santa

    Devia ter ficado na Santa Casa. Os médicos Nutella do Einstein não devem saber lidar com facada.

  5. Bolsonaro é contra o aumento de impostos

    Mas não é contra o aumento de contribuições, as quais, juntamente com os impostos e taxa, aão espécie de tributo.

  6. A Regra Excepcional e a Exceção Geral

    Toda regra tem exceção, que a confirma.

    “É proibido roubar na comunidade”

    É uma regra que confirma a exceção

    “É permitido roubar, exceto na comunidade”.

    “É probido roubar na comunidade”

    É uma regra que confirma a exceção.

  7. Tratamento difícil

    Difícil tratar os intestinos de Bolsonbaro.

    Os médicos não podem fazer uma limpeza adequada.

    Baolsonaro não pode tomar laxantes.

    Se bolsonaro tomar laxantes, o que ele tem na cabeça sai tudo…

  8.  
    Puta merda !  Os médicos do

     

    Puta merda !  Os médicos do Hospital Israelita Albert Einstein, vão drenar o que resta da massa encefálica do intestino do jumento Bolsómerda.

    Seria isso uma medida de retaliação tardia ao nazifascismo?

    Orlando

  9. Não querendo ser urubu, mas como passei por algo ……

    Não querendo ser urubu, mas como passei por algo semelhante há mais de meio século (exatamente 51 anos) quando tive uma apendicite, esta supurou e espalhou material fecal (vulgarmente chamado merda) por toda a cavidade, começou um processo que se chama peritonite. A descrição da peritonite na Internet é mais de peritonite espontâneas, que não foi o meu caso nem o que está pintando no deputado.

    No meu caso formavam-se espécies de focos inflamatórios por diversos pontos na cavidade abdominal e o peritônio (membrana que recobre as paredes do abdome e a superfície dos órgãos digestivos) encobre esta infecção tendo que ser retirado cirurgicamente.

    Por esta descrição, pode ser que tenha ocorrido algum destes focos, e se isto ocorreu, pela minha infeliz experiência, não desejaria isto nem para o deputado, pois o processo é lento, imprevisível e podendo chegar no extremo a uma septicemia.

    Na época os recursos médicos não eram tão bons, mas eu tinha 14 anos e gozava uma excelente saúde.

     

    • Outra coisa, apressar a recuperação, fazendo o mesmo…….

      Outra coisa, apressar a recuperação, fazendo o mesmo caminhar não é o melhor procedimento, pois chaquoalha tudo e espalha a infecção, ele deveria fazer repouso absoluto e só mexer os “zoinhos”.

  10. Falando sério (?)

    Se alguém quisesse manipular o resultado das eleições, valendo-se do episódio da facada, duas providências seriam interessantes: 1) a PF abrir duas investigações para o caso: a primeira, de autoria, para concluir logo antes da votação de primeiro turno; a segunda, de mandante, logo antes da votação de segundo turno. A segunda providência seria agendar uma entrevista com o Adélio na véspera do primeiro turno. Tudo isso, coincidentemente, aconteceu. Nessa teoria da conspiração, os “fatos” a serem produzidos deverão prestar-se a que Bolsonaro vá para o segundo turno com alguém de direita (mas não da extrema). Se der segundo turno dessa maneira, a fase dois da investigação poderá concluir (ou induzir a crer) que foi armação ou que houve desleixo do Bolsonaro, o que beneficiará seu oponente; mas, se quem for para o segundo turno for, digamos, o Haddad, aí a conclusão será de que o mandante foi o partido… Capaz até que o Adélio confesse que matou o Celso Daniel… Quanta imaginação!…

  11. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome