Bolsonaro vai manter Trabalho com status de ministério

da Agência Brasil

Bolsonaro vai manter Trabalho com status de ministério

Por Leandro Melito – Repórter da Agência Brasil  Brasília

O presidente eleito Jair Bolsonaro disse hoje (13) que a pasta do Trabalho será mantido com o status de ministério. A afirmação ocorre depois de ele ter anunciado que a pasta seria extinta. “Vai continuar com o status de ministério, não vai ser secretaria”, disse o presidente eleito depois de visitar o Superior Tribunal Militar (STM).

Mais cedo durante visita ao Tribunal Superior do Trabalho (TST), Bolsonaro afirmou que a estrutura do ministério será absorvida por outra pasta, mas não indicou qual.

“Eu não sei como vai ser, está tudo com Onyx Lorenzoni [ministro extraordinário da transição] e mais algumas pessoas que trabalham nessa área, e temos tempo para definir”, disse o presidente eleito. “A princípio é o enxugamento do ministério, ninguém está menosprezando o Ministério do Trabalho, está apenas sendo absorvido por outra pasta.”

Bolsonaro negou que o Ministério do Trabalho será agregado à Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) no futuro Ministério da Economia. “Indústria e comércio está lá no superministério do Paulo Guedes, botar mais o Trabalho lá acho que fica muito pesado.”

O presidente eleito deixou o STF e seguiu de helicóptero até o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde está a equipe de transição para o novo governo. De acordo com assessores, ele ficou apenas alguns minutos no local e foi para o apartamento funcional na Asa Norte.

 

7 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Jorge Fernandes

- 2018-11-14 18:58:37

"Eu não sei como vai ser, está tudo com Onyx Lorenzoni"

Ele não sabe de absolutamente nada em qualquer area.

 

Na boa, cansei desse boçal.

Vou me sentar e esperar a agua começar a bater na bunda dele.

Vai espanar e fazer ainda mais merda

A diversão está garantida

Lucinei

- 2018-11-14 12:08:51

A máquina boçalnara no zap
A máquina boçalnara no zap está martelando o "aparelhamento petista", as "dezenas de milhares" de cargos no executivo, Banco do Brasil e alhures, sem que que isso, mais uma vez, seja contrastado. Ganharam a eleiçao assim, e, pelo jeito, vao governar do mesmo modo.

Vladimir

- 2018-11-14 11:57:44

Esta artimanha de redução de

Esta artimanha de redução de ministérios ou secretarias é utilizada pela direita e seus satélites há décadas sem sequer serem contraditos pelos oponentes.

Para acabar com o ministério,secretaria ou qualquer outro orgão,de forma efetiva,deveriam perguntar a estes próceres da administração pública se vão acabar com o ministério,o que implica acabar com sua funções e,evidentemente toda a cadeia de funcionários nela inserido ,ou se vão,simplesmente,manter tudo como está (que é o que normalmente ocorre),sob a pseudo tutela de um único mandatário (que não ocorre nunca).

Esta é somente mais uma fumaça que os sabotadores da eleição estão jogando na cara do povo com a ajuda sistemática da mídia porca e golpista deste país.

Jus Ad Rem

- 2018-11-14 03:02:24

#

Bolsonauro segue mais perdido que cego em tiroteio.

Vive a patética tarefa de desdizer em tom ponderado aquilo que disse enfaticamente na semana anterior.

Só quero ver esse “governo”... Como diria o Cabo Daciolo: Deuxxxx me livre!

 

Lucinei

- 2018-11-14 00:54:18

Esse pessoal está ainda se
Esse pessoal está ainda esta sendo apresentado, se dando conta da estrutura e das atribuições do(s) Ministério(s). A unica coisa que lhes ocupava o bestunto era o "fora PT!". Imaginavam: "vamos acabar com aquele antro de comunistas"... O "superministro" da area econômica sequer sabe o beaba do Orçamento... Seria cômico se nao fosse um dsastre.

Emanuel Oliveira

- 2018-11-14 00:19:30

Cade???
Nassif, Só uma pergunta: cadê o "defensor dos FRASCOS E COMPRIMIDOS"?? Refiro-me ao Gilmar Mendes, o outrora SABE DE TUDO, nunca mais ouvi nada dele. Aposentou-se? Ou foi um chega-pra-la das FORÇAS OCULTAS??

celso silva

- 2018-11-13 21:22:32

Até no vai e volta ele é

Até no vai e volta ele é igual a temer. Valha-nos Deus!!!

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador