Calendário do impeachment de Dilma já circula entre congressistas, diz jornal

Segundo o Valor Econômico, o processo do impedimento já contaria com os votos necessários para ser deflagrado na Câmara. Movimentação pela saída da presidente deve se intensificar em setembro 

Jornal GGN – Circula em um “grupo restrito de deputados” uma lista com o “placar estimado da admissibilidade do impeachment” de Dilma Rousseff, com base na rejeição das contas do governo pelo Tribunal de Contas da União. Segundo informações do Valor Econômico desta segunda-feira (13), entre 348 e 353 deputados votariam a favor da abertura do processo do impedimento da presidente, contando com membros da base aliada e da oposição. Pela Constituição, são necessários ao menos 342 votos (dois terços da Câmara) para que o processo seja instaurado e depois enviado ao Senado, responsável pelo veredicto final.

O jornal publicou que, nos bastidores, o parecer do TCU rejeitando as contas de Dilma – situação já dada como “favas contadas” para o Planalto – foi apelidado de “Fiat Elba” da presidente, “em alusão à peça-chave que deflagrou o processo [de impeachment] contra o então presidente Fernando Collor em 1992.”

“Quem percorreu os corredores da Câmara e do Senado na última semana notou que o ‘impeachment’ era tema de nove entre dez rodas de conversas. Duas empresas de comunicação faziam pesquisas com os deputados sobre o ‘sim’ ou ‘não’ ao afastamento da mandatária”, informou o Valor.

Para que o processo do impeachment seja iniciado, entretanto, é preciso que a Câmara rejeite as contas de Dilma em relação ao exercício fiscal de 2014. O presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB), já declarou inúmeras vezes que, para ele, não há como atos alheios a este novo mandato serem transformados em motivos para impeachment. Contudo, ele observou que os parlamentares estão dispostos a colocar o parecer negativo do TCU em votação. A presidente já convocou líderes partidários para explicar as pedaladas fiscais e pedir ajuda em sua defesa.

Leia também:  Caso Paraisópolis: PSOL protocola pedido para criar comissão externa para investigar mortes

Neste cenário, há um “roteiro” e um “calendário” já elaborados pelos defensores do impechment, de acordo com a reportagem. Entre os dias 5 e 12 de agosto, o TCU deve julgar as “pedaladas fiscais”. No dia 16, grupos anti-PT como Movimento Brasil Livre e Vem Pra Rua encabeçam novos protestos contra a presidente. O PSDB pedirá a esses agitadores que pressionem para que a rejeição das contas de Dilma pelo TCU dê abertura ao impeachment. Nessa segunda quinzena de agosto, o Tribunal deve remeter o parecer negativo ao Congresso.

No dia 17, termina o mandato de Rodrigo Janot frente à Procuradoria-Geral da República. A eleição de um novo titular ocorre no dia 5, entretanto. “A expectativa de recondução de Janot – que conduz as investigações da Lava-Jato – potencializa o ambiente de tensão”, escreveu o Valor. “Setembro é o marco determinante para os rumos da crise política: se reflui, ou agrava-se”, acrescentou o jornal, sublinhando ainda que inúmeros políticos listados por Janot nas investigações envolvendo esquemas de corrupção da Petrobras estão dispostos a retaliar Dilma se o PGR não deixar o cargo. A eleição é interna, mas Dilma tem de concordar com a indicação do Ministério Público.

Paralelamente a isso, há as ações do PSDB contra Dilma tramitando no Tribunal Superior Eleitoral. Também na edição do Valor desta segunda, o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo observou que a presidente dificilmente sofrerá um processo de impeachment em função da “ansiedade golpista” dos opositores e derrotados na última disputa eleitoral. Além disso, segundo Cardozo, mesmo que o TCU rejeite as contas de 2014, não há “imputação direita” à petista agora.

Leia também:  Agora no PSDB, Bebianno critica Bolsonaro: "é fábrica de problemas"

Ao final, o Valor observou que, para alguns congressistas experientes, Dilma ainda tem margem para negociar com o Parlamento.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

51 comentários

  1. É muito provável que o jornal das familias

    frias e marinho esteja falando a verdade, tal a insanidade atual dos meios políticos e jurídicos.

    Eu pessolamente desisti de apoiar um governo que aceita ministros claramente ineptos em posições estratégicas (Casa civil e Justiça) num período onde ficou nítido o golpismo da mida associada ao psdb.

    Não esqueci o esforço imenso do Luis Nassif nas 48 horas anteriores ao 2º turno pressionando com todos seus parcos meios para evitar a entrada da globo na manipulação do esgoto veja, e depois na tentativa de golpe paraguaio no TSE do Gilmar Dantas e do jovem traira colocado no STF num erro dantesco do Lula.

    A presidenta não aprendeu nada, e continua totalemnte descolada da realidade.

    Para mim chega.

    Vai ser uma catástrofe, e a burguesia tal uma maria antonieta vai ser arrepender amargamente, mas não vou aceitar ouvir lamento de ninguém.

    Tó fora.

  2. Vamos defender a democracia!

    E quando é que os cidadãos que prezam pela democracia sairão às ruas? A esquerda e o PT vão assitir impávido essa brutalidade em cima do Estado de Direito e de seu governo ?

    • Eu não acredito muito nessa
      Eu não acredito muito nessa de cidadãos nas ruas pela democracia, infelizmente, Maria Luisa. Com a exceção daqueles que podem atender ao chamado de sindicatos e organizações sociais a maioria vai ficar é assistindo pela TV observando a campanha de desinformação; crendo ou não nela.
      Ao contrário, tendo a acreditar que os golpistas contam com isso. E isso é uma das razões de estarem muito motivados. Outra razão é que eles sentem que não estão percebendo o quanto eles estão dispostos. E eu realmente acho que tem muita gente, vamos dizer, generosa, em relação aos limites da boçalidade de um bolsonaro, um caiado e tantos outros que estão por aí.

  3. CUnha, o que as urnas fizeram eu inverto.

    A reforma será completa com a nossa nova bandeira: uma lona multicolorida e um cacho de bananas.

  4. – Chiquinha, como se chama o

    – Chiquinha, como se chama o homem que inventou o aparelho que usamos para dialogar com pessoas distantes?

    – Alexander Graham Bell, mestre querido.

    – Chavez, como se chama o homem que inventou o aparelho que usamos para dialogar com golpistas de direita?

    – Samuel Colt, professor.

  5. Que tédio!
    Até o Aécio já foi

    Que tédio!

    Até o Aécio já foi devidamente defenestrado por causa de seu mimimi de perdedor.

    Esse assunto de impeachment e golpe já perdeu o prazo de validade.

    Está na hora de virar o disco.

    Deixemos o PIG com suas elucubrações em off..

     

    • Concordo Marco

      Já encheu o saco este papo repetitivo de impeachment. Era Janeiro, depois Março, Abril, agora Setembro, depois 2016, 2017..

      Po, chega! Vamos andar com o país e deixar de lado esta galera de PF, TSE, Vaza-Jato, STF, bem como idiotas como Aócio, FHC, ALOOysios (sangue no oio) e passar para o modo produtivo, onde o crescimento e a justiça social volte a ocorrer.

      Dilma foi eleita pelo povo num pleito democrático. Fim!

  6. Chantagem. Os achacadores

    Chantagem. Os achacadores (como bem disse o ex ministro), capitaneados por cunha e renan, vão elevar as pressões à máxima pontência. A presidente vai ficar de joelhos e abrir os cofres para as emendas mais insanas de 2016, no curral eleitoral de cada congressista que ameçar com um “sim” ao processo de impedimento. De qualquer forma, o governo dilma já era, mesmo que sobreviva, moribundo, até 2018. E quem paga o pato, como sempre, somos nós.

  7. a obsessão do blog com o impeachment

    Talvez querendo exercer um papel profilático ou preventivo contra o golpe, este blog consegue superar a mídia venal sobre o tema do impeachment, apesar de uma evidente falta de critérios objetivos. São ações como essa que transformam um acidente numa profecia auto realizável. E como diria o caipira  “A paciência é a chave da alegria; a precipitação, a do arrependimento.”

  8. Será que se esqueceram de uma

    Será que se esqueceram de uma coisa: o povo na porta do congresso fazendo barulho? E será que os que votarão a favor irão aguentar a pecha de golpistas? Ou acham que será tudo feito tranquilamente, sem nenhuma alarde, na santa paz?

    • Não conte tanto assim com o Povo…

      Eu não contaria com o povo nessa hora,grande parte do povo brasileiro não é grato ou tem memória curta e são facilmente manipulados,conheço várias pessoas que tiveram suas vidas melhoradas e muito  com o Governo  Lula,mas que agora torcem para a Dilma cair,fico impressionado de como essa Mulher colocou tudo a perder,sua arrogancia,soberba,falta de tato na hora de lidar com as pessoas está lhe valendo negativamente,fora a sua capacidade de ser cercar de pessoas não preparadas,será que ninguém na Casa Cívil ou nos círculos de pessoas próximas a Dilma que ela teria suas contas julgadas no TCU,que nas competencias do TCU está em julgar as contas do Presidete da RÉPUBLICA,o TCU não está errado em reprovar as contas afinal esse é o papel dele,mas o erro está na Dilma que municia cada vez mais os que querem derruba-la,vai em eventos do  Pig e defende a liberdade de imprensa padrão pig,essa mulher destruiu em poucos anos o que o PT levou décadas para construir.

       

      • Lula lá

        Prezado,

        Li seu entendimento sobre a fase Lula. Gostaria, RESPEITOSAMENTE, de compartilhar minha opinião sobre a mesma fase. Vamos voltar um pouco na história. Em 1975 (serei breve) após a crise do petróleo Delfim Neto, então ministro, optou por um plano de investimentos ambicioso em vez de fazer um determinado ajuste das contas públicas. A consequência do seu plano foi a explosão do endividamento público e da inflação e, consequentemente, a moratória da dívida pública. O caos só seria controlado 20 anos depois (Plano Real). Foi difícil tirar o CNPJ do Brasil do SPC SERASA… Isso aconteceu somente com a restrururação (todas elas são difíceis) do pós Real. Em 2003 o senhor Luiz foi nomeado presidente. Naquela época, a empresa chamada Brasil tinha crédito pré aprovado na praça e seus produtos subtamente estavam bastante valorizados (minério de ferro, soja, aço). Usamos o crédito que tínhamos, o cartão de crédito, o rotativo, o cheque especial… gastamos e gastamos…. ( Alguns gastos foram dignos dos nossos aplausos) Entretanto meu caro, quando alguém gasta, alguém paga. É sempre assim… Enquanto foi possível maquiar era bonito, era maravilhoso. Oh! Deixe o homem trabalhar! Lembra? Mas era INSUSTENTÁVEL. A conta chegou, dificilmente o CNPJ do Brasil não voltará para o SPC SERASA (perder o grau de investimento). Será duro reverter o quadro, da última vez gastamos 20 anos e perdemos boas temporadas de crescimento da economia mundial. Que Deus nos ajude!

        Adam Smith

        Economista

        PS.1 O economista da década de 70 reapareceu em 2003 e ajudou a quebrar o país de novo.

        PS.2 Não existe nem cachorro quente grátis.

  9. Se ocorrer o impedimento

    que seja pelo congresso, assim são agentes eleitos pelo voto popular cumprindo o papel constitucional e espirrando outro com voto popular de seu cargo dentro da lei…

     

    só acho estranho que o msm PT apoiou o impedimento do Collor e hj fala que é golpe…

  10. Em minha modesta opinião não

    Em minha modesta opinião não vai haver impedimento da presidenta. O processo sequer vai ser aberto. Primeira razão: Eduardo Cunha, de maneira alguma, vai entregar a rapadura, neste momento, para o PSDB. Roberto requião já falo disto há uns meses atrás. A intenção de Cunha é levar o PMDB até o Planalto (sendo ele próprio o candidato) e montar no país uma espécie de República Evangélica (por favor, não desdenhem…de evangélico ele só tem a pose. No final das contas, não passa de um rasteiro vendedor de vantagens). A chegada do PSDB ao governo, neste momento (ainda que não me pareça garantida), atrapalharia e muito seus planos. Os tucanos na presidência vão montar uma estrutura de poder jamais vista no país. Vão ser blindados (mais ainda) pela mídia e vão começar a desmontar todo o aparato social montado pelo PT. Vai ser uma carnificina e com a mídia mostrando o tempo todo como o país “vai bem agora”.

    Segunda razão: Eduardo Cunha não vai perder esta enorme chance de achacar o governo novamente. Vai posar de bonzinho para as “câmeras”, mas por trás dos panos vai arrepiar com a Dilma. Vai fazer um milhão de exigências para si e seu “grupo” (podemos chamar isto de grupo??? Não seria melhor q….deixa prá lá).

    Realmente não acredito no impedimento da presidenta. Porém, depois deste turbilhão seria necessário que o PT acordasse e enfrentasse esta situação com coragem e bravura. Como se diz na minha terra “o que é um peido para quem está todo ca…do?” Dilma tem que tomar coragem e depois que tudo passar, escantear este pessoal. Implementar uma nova política (sem trocadilhos com nossa amiga Marina…por favor) e buscar apoio onde tem se negado este tempo todo: nas esquerdas e nos movimentos sociais organizados. No meu modo de ver, é a única estratégia que resta. A fase de conciliação já acabou há muito tempo…só não vê quem não quer.

    • Rejeição de contas pelo TCU põe PMDB na PR

      Mas o que me incomoda na tua análisem caro Ricardo, é a insistência, comum à boa parte da esquerda, de que há um susbtrato social profundo e poderoso que poderia ser acionado caso (i), o governo soubesse dialogar mais e melhor com os movimentos sociais, (ii), o PT náo tivesse se elitizado e burcratizado tanto. Também há um terceiro pressuposto, de que esses dois fatos podem ser revertidos com alguma facildiade a depender de gestos da Dilma e do comando majoritário do PT. Pois bem: são pressupostos falsos. A sociedade está à direita do Parlamento hoje (que é muito corrupto e destituído de visão sistêmica e estratégica do Brsil, mas não particularmente conservador). Embora haja reservas de pressão e mobilização na CUT e no MST, são claramente insuficientes para pôr calor pra valer nos deputados e eventualmente mesmo de peitar uam mobilização de direita às ganhas.

      Finalmente, mas de importância decisiva: a briga não é contra direitos sociais. Parcela da tecnocracia anti-PT e da classe média reaça quer isso mais por vinganã que outra coisa. No poder, o que interessa é detonar BNDES, Petrobrás e as inúmeras políticas montadas para recuperar o controle sobre a economia nacional pelo Estado (como ocorre em qaulquer país civilizado), tais como Plataformas do Conhecimento, programas militares de emparelhamento tecnológico, políticas de conteúdo local etc.

      Digo mais: de volta ao poder, o PSDB congelaria direitos sociais e trabalhistas só até certo ponto. O essencial será desmontar a ainda tênue capacidade de coordenar a economia, sobretudo o sistema financeiro, iniciada por Lula. Em dois anos, o salário mínimo e a previdência voltariam inclsuive a er aumentos reais, o Bolsa família, FIES e Pronatec seriam todos mantidos com novos nomes e algum “aperfeiçoamento” superficial. 

  11. O que o Valor ecônomico

    O que o Valor ecônomico confirma é que o Congresso e o Senado estão empenhados em retaliar a presidente Dilma por ter deixado a Operação Lava Jato ter chegado até eles. Isso só reforça a ideia de um golpe e de um Congresso dominado pelo que se tem de pior na política brasileira.

  12. Quem vai lucrar com o

    Quem vai lucrar com o impeachment de Dilma será o PMDB porque quem vai assumir é o Michel Temer.

    Veja só que situação.

    Dilma depende do PMDB para não cair e o maior beneficiado com o impeachment é o próprio PMDB.

  13. As pedaladas fiscais só valem contra o governo federal?

    Pergunto porque me parece que muitos estados vêm pedalando há muito tempo não é mesmo? O Rio Grande do Sul é um estado que vem se apropriando dos depósitos judiciais para pagar as suas contas. Isto pode Arnaldo?

    Na verdade a União já vem pedalando há muito tempo. Desde FHC o governo aciona o pedal. A questão é que agora, de repente, sem aviso prévio, o TCU avisou que não pode mais. Segundo os ilustres ministros do tribunal de contas (2 deles envolvidos na lava-jato) a pedalada passou dos limites.

    A defesa da União precisa produzir uma boa argumentação. Acho que uma boa linha de defesa é apontar o quanto passou do limite e comparar com o orçamento. O orcamento atual é cerca de 4 vezes maior que o época FHC. Não se pode comparar valores tão distantes no tempo em valores absolutos. É preciso ver quantos porcento do orçamento ultrapassaram o limite ao longo do tempo.

    Se é que o limite foi ultrapassado.

  14. Temer Presidente

    Aparentemente o processo vai se iniciar pela rejeição das contas no TCU. Se de fato assim ocorrer, é um grande motivo pra comemorar.

    Sinceramente espero que com o sucesso do processo, não haja rejeição por parte do TSE no processo movido pelo PSDB, porque aí o Temer não é impedido, e não teremos o terrível Aécio no lugar dele.

    E aí temos o melhor cenário, um presidente forte, honesto(Temer não foi citado em nenhuma delação) e entendedor da política, que vai inaugurar uma era de alternância de poder, já que o projeto do Lula vai ser completamente dizimado, é o fim do império.

    A política econômica vai voltar a ser mainstream, Unicamp vai ficar confinada à sua mediocridade(inclusive, APOSTO que Dilma vai ganhar doutorado por “notório saber” e se tornar professora lá) e teremos um governo tecnocrático novamente.

    Viva o Presidente Temer!

    • Eita! Já tem gente

      Eita! Já tem gente delirando!

      O Conde Drácula, digo, Michel Temer jamais compactuará com qualquer tipo de golpismo. Ademais, seu título é da Transilvânia. 

  15. Temer Presidente

    Aparentemente o processo vai se iniciar pela rejeição das contas no TCU. Se de fato assim ocorrer, é um grande motivo pra comemorar.

    Sinceramente espero que com o sucesso do processo, não haja rejeição por parte do TSE no processo movido pelo PSDB, porque aí o Temer não é impedido, e não teremos o terrível Aécio no lugar dele.

    E aí temos o melhor cenário, um presidente forte, honesto(Temer não foi citado em nenhuma delação) e entendedor da política, que vai inaugurar uma era de alternância de poder, já que o projeto do Lula vai ser completamente dizimado, é o fim do império.

    A política econômica vai voltar a ser mainstream, Unicamp vai ficar confinada à sua mediocridade(inclusive, APOSTO que Dilma vai ganhar doutorado por “notório saber” e se tornar professora lá) e teremos um governo tecnocrático novamente.

    Viva o Presidente Temer!

  16. Pedaladas

    Queria saber se a turma do golpe já teria ” combinado  com russos”. Ora, nem a tabela do brasileirão 2015 é tão  perfeita com esta. Meus amigos ninguém é bobo neste jogo, será a que a situação ficará impávida, não se mexerá para combater tal aberração. Reportagem desse tipo sugere algun de tipo de chantaregem. Na verdade querem que a Dilma não reconduza o o Janot á procuradoria geral.

  17. Pedaladas

    Queria saber se a turma do golpe já teria ” combinado  com russos”. Ora, nem a tabela do brasileirão 2015 é tão  perfeita com esta. Meus amigos ninguém é bobo neste jogo, será a que a situação ficará impávida, não se mexerá para combater tal aberração. Reportagem desse tipo sugere algun de tipo de chantaregem. Na verdade querem que a Dilma não reconduza o o Janot á procuradoria geral.

  18. Chamem o Garrincha

    Excelente o calendário. Mas, como dizia o Garrincha em 58, falta combinar com os russos. Estão imaginando que o governo não vai reagir, que as pessoas não vão para as ruas, que os movimentos sociais não vão se manifestar. Pensam, enfim, que o país é só deles.

  19. Qua! Qua! Qua !

    Calendário para golpe!

    Só na época de guerrilha que se organizou assaltos a banco o resto fico na historia do cinema; o assalto ao trem pagador. O golpe de 64, a guerra de 32, ataques a canudos e etc. Nada!

    Se não contarem com o apoio popular vai ser uma revolução não dos desafetos, da oposição, de um filhinho politico e ou do oportunismo de plantão, sim senhores, se tentarem vai se o calendário para colocar cidadãos contra cidadãos e utilizando alguns. Está colocando o país numa crise econômica, política e depositando a autoestima dos brasileiros em um jogo de interesses além do Brasil. Não vai sobrar para eles pedra sobre pedra.

    Se não derem um basta agora e alguma pessoa controlar este pais será a guerra civil.

  20. É muita estória pra boi

    É muita estória pra boi durmi. É muito papo furado. É o tal golpe pela notícia, aliás, tentativa de uma oposição derrotada. Ficam quem nem zumbis, tentando molestar a verdade e a justiça, mas isso nunca vai vencer. A presidenta Dilma em janeiro de 2019 irá devolver a faixa presidencial ao Presidente Lula. A verdade a justiça prevalecerão sempre. Esse tipo de golpe não se resisti, temos a internet para desmentir tudo. Frustração dos desesperados. São muitos milhões e milhões de brasileiras e brasileiros na interne acompanhado tudo isso. 

  21. Fogo de encontro. O que é? (só para urbanóides)

    FOGO DE ENCONTRO
    1. Queima proposital de mata (floresta), partindo de uma determinada linha de aceiro, à frente ou nos flancos de um incêndio de rápida propagação, buscando deter o fogo principal por ausência de material combustível.

    2. Fogo que é lançado em oposição a um incêndio, objetivando impedir sua propagação.

  22. Mais um factoide da mídia

    Mais um factoide da mídia compromissada para reacender a chama(que a cada dia esfria mais) desse malsinado impeachment. Uma matéria que tem todos os indícios de ser INVENTADA. 

  23. E se fosse restaurada a

    E se fosse restaurada a Monarquia para acabarmos logo com essa esculhambação? Quem colocaríamos no trono:

    a) O Rei Pelé   b) O Rei Roberto Carlos   c) O Rei das falcatruas Eduardo Cunha d) O Tio REInaldo  e) O Napoleão de hospício Aécio Neves

  24. Não brinquem com a direita

    Não brinquem com a direita conservadora, entreguista e reacionária.

    Tem US$ 1.000.000.000.000,00 enterrados no pré-sal, estimativa somente para as reservas conhecidas.

    Existe toda uma tecnologia nacional desenvolvida pela Petrobrás, para exploração do pré-sal, que vale bilhões de dólares.

    Com a deposição da Presidenta Dilma, toda essa riqueza, com uma canetada de seu sucessor, passará para as mãos das multinacionais do petróleo a custo quase zero, contabilizado para pagar o voto dos deputados e senadores que vão derrubá-la.

    Vai para o espaço o sonho da Pátria Educadora financiada com os recursos do pré-sal.

    Por muito menos, os mercenários da direita invadiram o Iraque, mataram milhões de iraquianos e deflagaram o caos no Oriente Médio.

    Logo depois, assassinaram o Khadafi com uma espada enfiada pelo reto.

    Independentemente do sucesso ou não do Governo Dilma, com a descoberta do pré-sal e o estabelecimento do contrato de partilha, o tempo de validade dos Governos do PT tinha sua data marcada para 31/12/2014.

    Não estava nos planos dos entreguistas a reeleição da Presidenta Dilma.

    Agora, Dilma deve (?) cair por bem ou por mal.

    Ou sai andando ou sai num caixão ?

    Não se sabe se haverá reação espontânea ao golpe.

    O que se sabe, até agora, é que não há sinal de articulação organizada anti-golpista.

    É provável que os governadores do Nordeste e de Minas Gerais/Acre reagirão ao golpe.

    É provável que as Centrais Sindicais, os Movimentos Sociais Progressistas e as entidades estudantis também.

    Mas será suficiente ?

    Quem vai assumir a tarefa de coordenar a tropa anti-golpista ?

    Não se esqueçam de avisar onde o povo deve se engajar.

    Estamos juntos !!!

     

     

     

  25. Tudo assim: de repente
    De chofre, a imprensa passa a condenar o financiamento privado de campanha. Passou a ser ilegal o financiamento privado de campanha. Engraçado que a mídia só dá destaque à campanha de Dilma. Todos os outros partidos, probos que são, receberam licitamente doações. Todas devidamente registradas e sem nenhum rastro de ilegalidade. De uma hora para outra, a imprensa “descobre” que empreiteiras financiam campanhas. Oh, quanta novidade! A Globo, nem a Veja, nem a Folha, nem ninguém sabia disso. É tudo muito novo. Não senhores, a imprensa tão somente noticia os fatos como eles são. Ela não inventa nada, viu? Está tudo ali, basta ver. De repente, a mídia se escandaliza e acha absurdo as supostas doações ilícitas da UTC. E surra, todo dia, toda hora, todo momento depoimento de delatores presos à revelia. E dá-lhe noticiário contra o PT, contra a Dilma. Dá-lhe parcialidade e omissão do outro lado da verdade. Eo gozado é que nos depoimentos nunca aparece o PSDB, ou outros partidos da oposição… gozado que os vazamentos dos depoimentos (ora vejam, não deveriam estar sob segredo de Justiça?) só mencionam PT ou gente ligada ao PT. A impressão que eu tenho é que só tem político ladrão no PT. Deve ser a conclusão mais acertada. Ao menos é o que a imprensa quer me dizer. Súbitamente, os boobus de Veja, Época, JN, etc, se inflam na condição de manipulados e vomitam todo o ranço e ódio pra todos os cantos. Acham um absurdo o financiamento, supostamente ilegal, de uma empreiteira para uma campanha de um candidato. “Nossa, como o PT é corrupto, recebeu doações da UTC!” De supetão, o mesmo cara que financiou a campanha de Dilma é, pasmem, o mesmo que financiou a campanha de Aécio. Seria de se esperar um silogismo básico concluir que, ora, se a campanha de Dilma tem irregularidades, a de Aécio não poderia estar fora da suspeição. Correto? Sim, mas não é o que a imprensa quer mostrar. São detalhes que não convêm ao caso. Mas também, que se dane. O público cativo dessa imprensa parcial e corrupta não é capaz de produzir sinapses mesmo. E porquê cargas d´água Aécio não se preocupa com o mesmo a respeito de Dilma? Simples: porque sabe que é blindado. Porque sabe que a imprensa não tem interesse nenhum em expor seus podres como faz com Dilma ou o PT. Porque ele é parte ativa do golpe e atende a interesses quaiquer, menos os republicanos. Não, não é teoria da conspiração. É o golpismo correndo a galope. Isso porque em mais de 120 anos de República NUNCA se fez tanto escarcéu por conta do financiamento de campanha como agora. Nuinca se escarafunchou tanto uma campanha como a de Dilma. E, quando eu afirmo que a imprensa é o grande mal desse país, tudo se confirma por todo o clima criado, por todo o conservadorismo da direita raivosa sendo destilado aqui e ali. E ninguém percebe a sutileza do golpe (ou talvez não queira percebê-la, ou se locuplete com isso) que está em andamento.

    • Partida de Futebol

      Como em uma partida de futebol, e dois clubes fanáticos, se definham as “esquerdas e direitas” , esquecendo o que realmente importa. Enquanto vcs brincam de escolher quem é bom e quem é ruim, milhões morrem em filas de hospitais, e dezenas de milhões nem sequer tem acesso ao saneamento básico.

      Os “barrigas cheias” que reclamam de A ou B, sempre olham o povo, quem realmente paga as contas, como um ” terceiro” que não tem que ter nada.

      Antes de defenderem a Siglas, independente delas de ser PT ou PSDB, lembrem que lá fora tem 220 milhoes de brasileiros, que só pedem condições dignas de “sobrevivencia”.

      Desde os tempos do Império, todo mundo carrega, o que pode, sem dar satisfação a ninguem, e o povo, a mingua.

      Antes de defenderem suas Siglas, defendam o POVO BRASILEIRO!!!!

      Antes de se rechaçarem, sobre diferenças ideologicas, nos questionemos sobre a Urna Eletrônica.

      • Vamos ler direito

        O que se condena aqui, que é o que me dei o trabalho de fazer, é criticar o comportamento unilateral da imprensa, que somente vê o podre de um só lado, deixando de noticiar o resto.

        Se você prestar mais atenção no que escrevi, vai reparar que a mídia dá tratamento diferente a casos semelhantes: o financiamento de campanha supostamente ilegal. Ora, o PSDB foi regado com dinheiro da UTC, assim como o PT. Igualzinho. Mas o que a imprensa noticia? Só o que atinge o PT, mais precisamente a campanha de Dilma. Só cego, burro ou mal intencionado não percebe isso.

        Não se trata de defender uma ou outra sigla. O que denuncio aqui é justamente o papel ridículo e sujo que a imprensa se presta em blindar o PSDB e atingir o PT. É um jogo de forças desigual, pois a imprensa tem um papel fundamental no jogo político.

        Também não me supreende a sua conclusão em achar que eu defendo o PT. Não ganho nada com isso e inclusive não tenho simpatia pelo partido, embora ache que haja alternativas piores. É que o simples fato de expor o absurdo do golpismo em andamento, a complacência e a conivência da imprensa, já são tachados de defesa ao PT.

  26. Tem outra fonte?

    Valor Economico surgiu de uma parceria das Organizaçãoes Globo com a Folha.

    Torcida de primeira fila e de extrema direita.

  27. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome