Ditador chileno Pinochet será homenageado em Assembleia Legislativa de São Paulo

O evento foi um pedido do deputado do PSL, Frederico D'Ávila. A celebração busca valorizar o nome do general que instaurou a ditadura de 1973 a 1990

Jornal GGN – O ditador chileno Augusto Pinochet será homenageado na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), no dia 10 de dezembro, data de sua morte e Dia Internacional dos Direitos Humanos. O evento foi um pedido do deputado do PSL, Frederico D’Ávila.

A celebração que busca valorizar o nome do general que instaurou a ditadura de 1973 a 1990 no país latino-americano foi divulgada e criticada nas redes sociais nesta quarta-feira (20). Na agenda da Assembleia Legislativa, o evento aparece sem o nome completo do ditador, omitindo o principal nome Pinochet:

O ato “Solene em Memória do Presidente Augusto P. Ugarte” [confira] está marcado para ter início às 18h do dia 10 de dezembro, no Auditório Paulo Kobayashi da Assembleia, e ocorre em meio à maior crise social e política do país desde a ditadura, contra o modelo econômico implementado no país com Pinochet.

Com a reação das redes sociais, um abaixo-assinado foi criado na página Change.org contra a iniciativa [acesse aqui].

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora