Acusado, marqueteiro de Temer, Elsinho Mouco, ajuda no desmonte de Janot


Foto: Reprodução
 
Jornal GGN – Elsinho Mouco, o marqueteiro de Michel Temer, antes um assumido admirador de Dilma Rousseff, que depois se sentiu traído pelo governo petista, e já tendo confessado que recebeu repasses de Joesley Batista para blindar Temer na queda de Dilma no recente ápice das delações da JBS, auxilia o mandatário contra a denúncia de corrupção passiva.
 
O publicitário que trabalha há 15 anos  para o “sr. Temer”, como o gosta de chamar, bravateava nas redes sociais uma suposta relação com o então governo de Dilma, quando a ex-presidente carregava o peemedebista acomodado no posto de vice. Tratada no final de 2014 como a “dama da democracia” passou a ser chamada de “arrogante, teimosa, intransigente”, em 2016.
 
Em dois anos, o suposto sentimento do marqueteiro, que reservava em primeiro lugar a admiração por Temer, revelou outros movimentos que ultrapassariam a simples indignação. Foi acusado neste ano pelo dono da JBS, Joesley Batista, de ter recebido R$ 3 milhões de propina do frigorífico na campanha de 2010 e mais R$ 300 mil em espécie no último ano, a pedido do agora presidente da República.
 
Á reportagem do Estadão, no início deste mês, Elsinho Mouco confessou que Batista o contratou com o objetivo de “derrubar” a presidente Dilma Rousseff, além de eleger o irmão mais velho, José Batista Júnior, em Goiás.
 
O plano traçado já pelo hoje não mais vice Michel Temer em 2016 fazia referência ao montante de R$ 300 mil. A quantia era para pagar as despesas de marketing político pela internet de Temer, pouco antes de assumir a Presidência com a queda de Dilma, disse superficialmente Joesley, em sua delação premiada com a Procuradoria-Geral da República (PGR).
 
Elsinho explicou à reportagem do Estadão melhor: no auge do movimento “Fora, Dilma”, ainda em maio de 2016, o empresário da JBS se ofereceu para pagar por um serviço de monitoramento de redes sociais, com o objetivo de o PMDB blindar a imagem de Michel Temer, para que pudesse assumir o governo. Em uma reunião, o empresário teria feito claramente o apelo: “vamos derrubar essa mulher”.
 
Mas apesar das declarações à imprensa e de ver seu nome tão arrolado no esquema de corrupção a que Temer também é acusado, o marqueteiro está ao lado do atual presidente desde que o peemedebista foi eleito deputado federal, em 2002. E no ápice de uma das piores crises políticas, foi a ele que o mandatário recorreu.
 
Segundo coluna de Andréia Sadi, no G1, Temer convocou Elsinho, na noite desta segunda-feira (26), para discutir estratégias de enfrentamento da denúncia e para derrubar a imagem do próprio procurador-geral, autor do pedido de afastamento do mandatário.
 
Sem suspenses, o marqueteiro confirmou ao blog da jornalista que se encontrou com Temer e que a estratégia de marketing político do presidente será a de “cobrar provas” de Janot sobre as acusações que carregou na denúncia enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF) ontem.
 
Nessa linha, Temer, seus aliados e toda a sua cúpula de governo irão alimentar a tese de que as acusações é uma “peça de ficção”. “Vamos para o enfrentamento. O presidente avalia se vai falar em entrevista, como será. Mas o tom está definido: vamos perguntar sobre as provas, vamos questionar Janot”, disse Mouco ao blog.
 
Coincidentemente, está marcada para esta quarta-feira (28) a eleição interna dos procuradores da República sobre os três candidatos para a sucessão de Rodrigo Janot no comando da Procuradoria e do Ministério Público Federal. Aliados do governo defendem que Temer antecipe ainda a palavra final sobre o novo procurador-geral para “esvaziar” a atuação de Janot.
 
O mandatário já deu sinais de que não garantirá nenhum nome da já tradicional lista tríplice dos recomendados pelos próprios procuradores da República para comandar o órgão de investigação.
 
Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

12 comentários

  1. Esse Elsinho Surdinho deveria

    Esse Elsinho Surdinho deveria ouvir a voz da razão.

    Ficar querendo se  cacifar,  mostrando-se em disponibilidade,

    vai acabar por enredá-lo  em controvérsias

    mais que perigosas. Daquí ha pouco esses 300 mil reais

    vão se multiplicar por dez. Aguardem.

     

  2. Com os níveis de aprovação
    Com os níveis de aprovação que o inominável tem nas pesquisas ele já deveria ter defenestrado o marqueteiro faz tempo por total incompetência.
    Com esse nome também fica a dúvida se o sujeito existe de verdade ou é so algum personagem do Chico Anísio.

  3. Com os níveis de aprovação
    Com os níveis de aprovação que o inominável tem nas pesquisas ele já deveria ter defenestrado o marqueteiro faz tempo por total incompetência.
    Com esse nome também fica a dúvida se o sujeito existe de verdade ou é so algum personagem do Chico Anísio.

    • Convenhamos…

      A missão do marqueteiro é dura, durríssima, ingrata, virtualmente inviável. Pior que as missões impossíveis do Tom Cruise. Afinal, a única forma do Temer agradar é sumindo de vez…

  4. Mais um para serie Os

    Mais um para serie Os Predestinados:Nome do marqueteiro de Don Altobello:Elisinho Mouco.No bercário:Meu filho,você vai se chamar Elisinho Mouco,e quando MT lhe entregar uma propina,eu não presciso nem lhe dizer que tu não ouviu nadica de nada. 

  5. Comentário.

    Os publicitários e jornalistas a soldo são os males da democracia quanto menos o cidadão tiver possibilidade de interferir na coisa pública e ficar na dependência da intermediação dos citados para a construção de uma ideia do que ocorre no país.

     

  6. o poder deve não só corromper

    o poder deve não só corromper mas imbecilizar. o anão moral com esse tal (e com nizan), Dilma, com aquele casal que já está em casa desfrutando do $ e planejando novas campanhas. cobram cifras inimagináveis como se fossem gênios que nem de escola precisam, se fazem a si mesmos. são os bobos da corte que, alegrando, fingem que o rei não está nu (e este acredita). deviam criar SAC para nós, os coitados, reclamarmos (C de consumidor mesmo, já que são produtos embalados não só nas campnhas senão no poder). não há MP e polícias para enquadrar tantos delinquentes. fica a pergunta: por que o dinheiro compra eleição? (impagável a filha do Prestes, Anita, num programa extinto da TV BRasil ao falar de eleições em Cuba, sem dinheiro, sem pirotecnia, somente o velho e produtivo debate.) sugestão: que nas próximas campanhas os blogues sujos sejam capazes de criar locais para debates dos candidatos aos cargos, sem as TVs comerciais.

  7. Só o fato desse LADRÃO  temer

    Só o fato desse LADRÃO  temer ter recebido o LADRÃO joeslei, mais o teor da conversa entre os dois, até então cúmplices, é mais do que prova de toda a LADRONAGEM no “exercício’ do cargo USURPADO, ROUBADO, ENLAMEADO.

    Confissão do cunha, se ele estivesse realmente preso, seria legalmente e fácil de conseguir, mas o BANDIDO com certeza está mandando fora e dentro do hotel “cadeia” onde está.

  8. Onde estão?

    Cadê aquele bando de cruzados contra a kurrupissaum?…. Aquele povo que queria governo padrão FIFA? …..Os percursionistas de penico na varanda? …..Os manequins de uniforme da seleção? …Aquele gado que seguia o berrante da globobo?….Os eleitores do Laércio?….Os agenciadores de passagens “vai prá Cuba”….Os devotos do juiz s. mouro….Os fãs do “menino pobre que mudou o Brasil”….Os puxa – saco dos milicos e da peeme? …

    Ao ver o treme  ter a coragem de falar esse monte de m…. não consigo ouvir a vaia de nenhuma caçarola solitária que seja.

    Acho que a manada foi abduzida!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome