FHC não considera ser vagabundo receber por 30 anos sem trabalhar

Jornal GGN – Comigo é outro departamento. Esta deveria ser a tônica da fala de Fernando Henrique Cardoso quando inquirido sobre sua aposentadoria na USP. FHC, como se sabe, criticou duramente os aposentados do INSS, com vencimentos restritos ao teto do Instituto. Para ele, o que ganha é justo, está dentro do razoável e quem ganha pouco são “os outros”. Sem alongar no tema, leia a notícia publicada pelo Estadão.

do Estadão

‘Acho razoável’, diz FHC sobre salário que recebe na USP

O ESTADO DE S. PAULO

Aposentadoria do ex-presidente é de R$ 22,1 mil, acima do teto; universidade passou a publicar salários nominalmente neste mês

SÃO PAULO – O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou nesta segunda-feira, 24, que a aposentadoria que recebe da Universidade de São Paulo (USP), de R$ 22,1 mil e acima do limite constitucional paulista, não é alta. FHC, que está entre os cerca de 1.972 servidores da instituição que ganham mais do que o teto, considera “razoável” seu ganho como aposentado.

“Todo mundo reclama de salário e acha que seu salário é baixo”, disse o ex-presidente, após um seminário na universidade na manhã desta segunda-feira. “O meu é razoável”, completou. FHC ganha como professor catedrático da instituição e foi aposentado em 1968, com 37 anos, durante a ditadura militar.

Felipe Rau/Estadão
FHC ganha como professor catedrático da instituição e foi aposentado em 1968, com 37 anos, durante a ditadura militar

Questionado pelos repórteres, FHC disse que não recebe acima do teto. Na lista de servidores publicada no portal de transparência da USP, porém, seu salário é de R$ 22.150,94 – acima dos R$ 20.662,00 recebidos pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB). 

“Comparado com o que se ganha no setor privado, aí significa muito, porque a aposentadoria do INSS é muito baixa”, opinou. “Não é da USP que é alta. O outro(do INSS) que é baixo”, acrescentou FHC, que disse não receber aposentadorias por ter sido presidente ou parlamentar. 

Para ele, a folha salarial da USP não é um problema. “A disparidade (de salários)é em função do passado. Decisões judiciais criam uma certa disparidade”, afirmou o ex-presidente, que também deu aulas em importantes universidades dos Estados Unidos, França e Chile.

A definição dos salários do professor universitário, de acordo com o ex-presidente, deve seguir o critério meritocrático. “Quanto mais critérios objetivos, melhor”, afirmou. “Nos Estados Unidos, os salários variam em função da produtividade”, exemplificou. “O importante é ter algum critério de meritocracia. A universidade, automaticamente, tem. Para chegar a ser professor titular, você deve ter tese de mestrado, tese de doutoramento, tese de livre-docência e tese de cátedra”. 

Polêmica. Depois de anos de pressões internas e externas, a reitoria da USP resolveu publicar nominalmente, a partir deste mês, os salários de cada um dos servidores. Entre quase 29 mil ativos e aposentados, 1.972 ganham acima do máximo legal. 

A procuradoria jurídica da universidade alega que as remunerações além do limite incluem benefícios incorporados antes de 2003, ano de uma emenda constitucional que regulamentou salários no funcionalismo público. O Supremo Tribunal Federal, no entanto, decidiu em outubro no sentido contrário e que remunerações além do limite devem ser cortadas. 

A USP afirma que ainda não teve acesso ao acórdão. Sem analisar o documento do STF, diz a reitoria, não é possível definir uma data para readequar os vencimentos dos servidores. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

33 comentários

  1. Como o FHC nunca vai parar de falar idiotice

    sugiro que o resto da humanidade apenas o ignore, esse sujeito não perde uma oportunidade para mostrar o quanto é pequeno. 

  2. falar

    Falar do FHC é facil, mais pergunda se algum presidente quer resolver os problemas dos aposentados no Brasil e dar uma remuneração descente a esses senhores que cada dia tem seus vencimentos achatados com o fator previdenciario.

    Infelizmente esse senhor disse essa frase, mais não vi qualquer iniciativa de LULA ou da Pres. Dilma em dar ganhos melhores ou um pouco de dignidade para os aposentados e pensionistas do INSS.

     

  3. Tunda daquelas

    Nassif,

    Este não tem qualquer motivo para se envergonhar de nada do que já fez e, quem sabe, ainda fará.

    Como professor, FHC deve ter sido um extraclasse, para conseguir se aposentar aos 37 anos com o salário lá em cima, é um malandro desde lá de detrás.

    Neste caminho, até pela porta dos fundos ele saiu, é aquilo que alguns chamam de “peixe ensaboado”. Quando a acreana pulou nas pesquisas, em dois temps lá estava ele, ao lado da virtual vencedora do dia, logo depois lá estava ele controlando o seu poodle. 

    Apenas uma coisa tira o brilhante aposentado do sério, Lula – “Como pode um filósofo como eu, amigo do Clinton e que até fala francês, levar uma tunda daquelas de um metalúrgico? Assim não dá.” 

    • Diz-se que

      FHC pediu para ser cassado pela ditadura. Filho e parente de generais é difícil imaginar motivos para FHC ter sido perseguido pela ditadura. Saiu mas levou o salário junto, vivendo como um nababo no Chile ( a mais bela Mercedes azul) e depois em Paris. Retornando em1979, diz-se que recusou da USP a oferta de voltar a dar aulas, mas continuou com o salário. Mas o Serra tem currículo parecido na UNICAMP. Para o PSDB nada é vergonhoso, para o PT, seria o que? Um escândalo!

  4. Cardoso é o culpado pelas aposentadorias serem ainda mais baixas

    Fator previdenciário foi implantado no seu governo. Um cara de pau.

     

    Se o do INSS é baixo é por que o Sr. Ferando Cardoso o deixou ainda mais baixo depois do mesmo implantar no seu governo o fator previdenciário. A maioria dos brasileiros não sabem até hoje que foi Fernado Cardoso e o PSDB que implantaram o fator prrevidenciário.

  5. Os tucanos de São Paulo

    Os tucanos de São Paulo limpam a B…….com o papel da Lei.

    Sempre fizeram isso, nada acontece. As Procuradorias e os Juízes, tão impolutos “guardiões” da Lei, quando  se trata dos emplumados, tremem e correm para lamber suas botas 

  6. Vagabundo não porque a

    Vagabundo não porque a tipologia da palavra repousa naquile que não gosta de fazer nada que compreenda o trabalho ou coisa contingente,

    Mas FHC ocupa um lugar vergonhoso no que concerne a pessoa que deseja ter a cidadania onde ele teve a oportunidade de pratica-la em termos de ações; evidentemente quando termina em si mesmo a disposição de ser acompanhado pelo “lógus” político.

    Seu nome significa claramente a incapacidade de reproduzir algum valor que venha ser o princípio que está naquele que produz.  

  7. Voto deplorável.

    Confesso e deploro o voto que depositei no candidato a senador FHC. Em contrapartida recebi a pecha de vagabundo por ter me aposentadode acordo com regras do INSS em 98. Foi merecido!

  8. Quanto FHC ganha acumulado?

    Professor universitário + ex senador + ex presidente = ?

    Quem poderia ajudar nessa conta?

    Nassif, vc poderia pesquisar se é acumulativas?

     

  9. Fator previdenciário nele!

    Ele bem que merecia desfrutar financeiramente da própria obra. Pois não é que depois de se aposentar aos 37 anos teve a cara de pau de dizer que quem se aposentava aos 40 anos era vagabundo. Parece que apenas o PSDB habita o lado de baixo do Equador, pois os tucanos são os sem pecados. Tudo é permitido aos recém tetra depenados tucanos.

  10. depois da privataria tucana

    depois da privataria tucana esses  salário de

    aposentado deve ser merreca….

    depois de doutroado em macartismo explícito,

    então, os 22 mil são pro cafezinho….

  11. fhc faz jus ao título de pior presidente da história do Brasil

    Será lembrado como um entreguista desastrado, incompetente e boquirroto. 

    Este sujeito emporcalhou a imagem dos intelectuais brasileiros. 

     

     

  12. Sr ou Dr. FHC ; Fique

    Sr ou Dr. FHC ; Fique quietinho, caladinho, não abra mais a boca, por favor. A gente fica chateado de ter tido um presidente sociólogo,  que fez muitas sacanagens com o país, e que parece nunca mais vai parar de falar bobogens. Vá para Paris, fique morando lá, por aqui o sr.  Já deu o que tinha de dar. Descanse na cidade luz. Se já enjoou de lá, vá para Miami, onde tem tantos ex companheiros residindo. Aprenda, de uma vez por todas, que PERDEU ! ou melhor, já fez a sua “poupança”, que bem poderia traser de volta p/ o país onde nasceu. Aí sim, poderia ser um pouquinho mais respeitado.

  13. mais 4 anos em evidência com a oposição…

    e ficaremos com a certeza absoluta de que FHC faz parte daquelas bugigangas inúteis, para não dizer lixo, que a imprensa golpista fez questão de guardar, pensando que poderia servir para alguma coisa

     

    há 12 anos tenta enfraquecer o Lula e só fortalece

     

    FHC sempre foi trans, atualmente petro

  14. Hipocrisia é pouco para o

    Hipocrisia é pouco para o marajá (dito “príncipe”) dos sociólogos brasileiros. E essa certamente não é sua única aposentadoria, mas é polpuda e bem antiga: desde que ele tinha 37 anos!

  15. Outra “qualidade” de FHC além

    Outra “qualidade” de FHC além da vaidade: o cinismo. Ou no popular: cara de pau.

    Pois saibam que esse foi o maior “sofrimento” por qual passou na ditadura. Uma ´polpuda aposentadoria precoce que lhe permitiu flanar pela Europa. O velho Delfim Netto com sua verve ácida não perdoa: diz que FHC foi uma espécie singular de exilado, qual seja, aquele com passaporte, 

  16. Justíssima a aposentadoria de professor da esquerda festiva.

    Explicação deixou os pares intelectuais com inveja.

    Para quem tal como de economia, de trabalhar e valor do trabalho conhece um pouco pela rica literatura disponível e que tem sido bon vivant de Paris, da Av. Foch, local de apartamento espaçosos e dos mais caros do mundo, que é usual convidado da corte da Inglaterra, sim R$ 22,1 mil soa seguramente razoável se comparado com R$ 35,2 mil para indicado a ministro do STF, ou bolsas barão de ajuda de moradia de R$ 4,7 mil ou de educação  R$ 7,0 mil, sem previa provisão orçamentária,

    USP não é na visão do nobre ex-presidente para cortar sua ilimitada auto remuneração. Se iniciais fixado 8% da arrecadação do ICMS do Estado se tornou insuficiente, verba foi aumentada para 10%.  Torrado R$ 10 bi das reservas, então Governador responsabiliza Governo Federal e não a incompetência dos gestores da USP. Cortar gastos com remuneração dos doutores ao limite de 80% ou menos do orçamento não é opção.

    Interpretação da nossa criativa Constituição garante direitos especiais ilimitados  aos desiguais de origem e classe , nossos Servidores provenientes da elite, da família militar e Judiciário, merecem muito mais que uma quantia aplicada a classe de contribuinte dos impostos que deveriam servir, tipo INSS com essas coisas de fator previdenciário, criada por brilhantes equipes econômicas hoje banqueiros.

    E que se pare com essas picuinhas. Nepotismo é coisa sagrada na sociedade tucana. Não se trata de privilegiar improdutivos quaisquer.

    E ao povo o que é do povo, limites republicanos e olha lá. Gente mal informada que não sabe bem gastar dinheiro não precisa de remuneração dita razoável,  é pouco mas o bastante, o justíssimo, ou não.

    Saúde, segurança, saneamento básico, mais universidades para o povo não são emergências nem prioridades. Antes deve-se proteger elevados pagamentos de juros aos especuladores poderosos , mais gordas verbas para empreiteiros, acelerar a privatização dos recursos do sub-solo, a água dos rios e futuramente o ar que respiramos.

    Imoralidade  acaba quando Servidor dos 3 Poderes passar a  ter remuneração pela media e critérios validos para povo que o sustenta. Não se justifica, Senador ter remuneração mais elevada que Deputado, este que Vereador. Ministro do STF mais que Magistrado etc. Criterio é um atentando contra a civilidade,. assim como a auto conceção de benefícios.  Se não eles tem a quem prestar conta, então fazem o que querem, quando querem,  na velocidade que querem. 

     

  17. Este camarada é o sujeito

    Este camarada é o sujeito mais sem vergonha em toda a história do homo sapiens. Mas está não é a única aposentadoria deste camarada, e peço que os amigos me ajudem:

    * Recebe como ex-presidente

    * Recebe como ex-parlamentar

    Fora o que morde em palestras para falar bobagens e falar mal do Brasil

    Ele podia ter uam cãibra na língua que durasse uns 70 anos, para nos deixar em paz

  18. Considerando que o salário

    Considerando que o salário deve ser baseado no mérito e que FHC pediu que esquecêssemos o que ele escreveu, então, por essa lógica, como ele descartou o que lhe deu o mérito, ele deve abrir mão do fruto do mérito.

  19. O cínico de pouca memória

    FHC é cínico e deselegante, isso já ficou evidente em várias ocasiões. Mas essa de receber aposentadoria desde os 37 anos (e que aqosentadoria) e , depois, impor a nação com cumplicidade do péssimo Congresso, o fator previdenciário, é lamentável. Justo ele que chamou de vagabundos aqueles que se preocupavam com a aposentadoria sem o fator previdenciário. Fator esse que atingiu quem já estava perto de se aposentar. Uma maldade com os idosos, como disse Luciana Genro nos debates. Precisamos cobrar da preisdente Dilma e do Congresso, uma rápida mudança nessa lei. E precisamops cobrar do Judiciário que agilize a devolução de tudo o que a USP pagou acima da lei. Inclusive os “trocados” de FHC, o cínico de pouca memória.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome