Filha de Roberto Jefferson é a nova ministra do Trabalho

Foto Reprodução Youtube
 
Jornal GGN – A deputada Cristiane Brasil, filha de Roberto Jefferson, é a nova ministra do Trabalho. O nome da deputada “surgiu” durante uma conversa de Michel Temer e o presidente do PTB, no Palácio do Jaburu. Temer sugeriu e Jefferson aceitou, e afirmou que não foi sugestão sua.
 
A nomeação foi prontamente confirmada pelo Palácio do Planalto e, em nota, a definição de Temer veio após “indicação oficial feita pelo PTB”. Jefferson afirmou, à Agência Brasil, que foi lá discutir outros nomes, três outros deputados, “aí roda pra cá, rodá pra lá” até que Temer falou “Roberto, e a Cristiane?”. E Jefferson falou: “presidente, aí o senhor me surpreende, vou ter que consultar”. 

 
E consultou. E a moça aceitou. E concordou também em não disputar as eleições deste ano. “Ela ficará ministra até o final do governo Temer”, asseverou Jefferson. O presidente do PTB disse ainda que o líder do partido na Câmara, deputado Jovair Arantes, de Goiás, também aprovou a nomeação e disse que ela tem a “confiança” da bancada.
 
Na entrevista em que anunciou a filha para o cargo, Roberto Jefferson, primeiro delator do mensalão há cerca de dez anos, se disse emocionado. Para ele, o ato conta como um resgate da imagem, da família. E quase chorou.
 
A filha de Jefferson é nomeada depois que Ronaldo Nogueira deixou o ministério no dia 27 de dezembro para se candidatar a um cargo eletivo nas próximas eleições. Ele se afastou bem antes do tempo regulamentar para isso, que é de seis meses antes. Depois que o deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) foi indicado e rechaçado por Sarney, Jefferson afirmou que a confusão acabou. “Não há conflito no PTB, há uma relação muito boa entre mim, os líderes no Senado e na Câmara. A bancada é unida”, afirmou ele.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora