Governo de SP deve receber insumo chinês na próxima semana

Negociações avançaram, e material a ser encaminhado ajudará a produzir 5,5 milhões de doses da vacina CoronaVac

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O governo de São Paulo avançou nas negociações com a China para receber 5,4 mil de litros de insumo para a produção da CoronaVac, o que deve viabilizar a produção de 5,5 milhões de vacinas pelo Instituto Butantan.

Segundo a jornalista Julia Duailibi, do portal G1, os integrantes do governo paulista mostram-se otimistas uma vez que o diálogo com os chineses avançou nas últimas horas. Para produzir o princípio ativo no Brasil, será necessário a transferência de tecnologia, que está prevista em contrato, mas demanda tempo e infraestrutura.

O IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo) a ser enviado para o Brasil se juntaria às 6 milhões de doses da CoronaVac que começaram a ser distribuídas nesta segunda-feira (18/01), enquanto outras 4,8 milhões de doses prontas dependem de nova autorização emergencial por parte da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para serem aplicadas – o pedido foi feito pelo instituto nesta segunda.

A Fiocruz, que irá receber as vacinas da AstraZeneca e produzir o medicamento no país no futuro, também depende do IFA que vem do exterior.

 

 

Leia Também
Um em cada mil brasileiros morreu devido ao Coronavírus, por Maitê Ferreira
Críticas a Bolsonaro na pandemia pressionam por impeachment
Nova cepa da covid é mais rápida e letal entre jovens
Vacina da Índia pode levar até 3 meses para chegar ao Brasil

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora