Governo Temer usa morte de Marielle para justificar intervenção militar

Foto: Reprodução/NBR
 
Jornal GGN – Tão logo tomou conhecimento do assassinato da vereadora Marielle Franco, Michel Temer reuniu-se com ministros e, depois do encontro, o discurso do governo passou a ser o de usar a morte da ativista negra – contrária ao uso de forças militantes no Rio – para justificar a intervenção.
 
Em vídeo gravado durante a reunião, Temer chamou o assassinato de “extrema covardia” e um “atentado à democracia” e ao Estado de Direito. Ele disse que Marielle era, segundo seu conhecimento, “uma representante popular” que “fazia manifestações, trabalhos com vistas a preservar a paz e a tranqulidade na cidade do Rio de Janeiro”.
 
“Por isso, alías, nós decretamos a intervenção para acabar com esse banditismo desenfreado que se instalou naquela cidade por força das organizações criminosas”, disparou Temer.
 
As investigações sobre a morte de Marielle e seu motorista estão em curso, e a principal linha é a de execução por motivação política. Quatro dias antes do atentado, a vereadora denunciou a violência da Polícia Militar numa comunidade do Rio.
 
https://www.youtube.com/watch?v=oRpfPEwHH4I
 
Temer aproveitou o episódio para subir o tom contra o crime organizado. “Essas organizações criminosas não matarão nosso futuro. Nós estamos ali no Rio de Janeiro para reestabelecer a paz, reestabelecer a tranquilidade”, disse Temer. “Não destruirão nosso futuro. Nós destruiremos o banditismo antes”, prometeu.
 
O ministro Henrique Meirelles participou do programa do jornalista José Luiz Datena, na Rádio Bandeirantes, reforçando o discurso de Temer. Ele disse que a morte da vereadora misturou “violência de roubos e tráfico com violência política.”
 
Participaram do encontro em defesa da intervenção no Rio os ministros Raul Jungmann (Segurança Pública), Sérgio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional), Eliseu Padilha (Casa Civil), Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) e o general Santos Cruz (secretário nacional de segurança).
 
TRENDING TOPICS
 
Na tarde desta quinta (15), no Twitter, o nome de Marielle e de seu motorista, Anderson Gomes, também vítima do atentado, estão entre os principais tópicos comentados. 
 
Mas outro trending topic chama a atenção: Celso Daniel. O nome do ex-prefeito de Santo André, morto em 2002, está sendo usado por militantes de direita que afrontam a tese de que Marielle pode ter sido assassinada a mando de policiais.
 
Para alguns grupos, se a “esquerda” diz que Marielle foi morta por agentes do Estado que se sentiram contrariados com sua militância, então é possível empregar a mesma lógica e cravar quem assassinou Celso Daniel.

11 comentários

  1. livro de recordes

    Usurpou o poder, se apoderou da transposição do São Francisco, vende o que não é dele, compra deputados e senadores, é freguês do supremo tucano federal (stf) mas uma única coisa não se pode tirar dele:

    Está no livro de recordes no quesito: Presidente no poder que é chamado de LADRÃO todos os dias por jornalista (PHA) e NÃO se defende!

  2. OLHA o que diz a chamada

    OLHA o que diz a chamada desta matéria : “Investigação não terminou, mas governo acusa traficantes e ladrões pela morte da vereador”

    Caaaara  ..as vêzes tenho vontade de VOMITAR qdo vejo manipulações ordinárias partidas de que lado partirem

    Acredita ??!!  Me fizeram assistir este presidente DELINQUENTE só pra eu ver se ele disse o que a manchete disse que ele disse

    PIOR  ..vomitei  ..pois ele não disse nada de traficantes e ladrões

    TEMER, o presidente delinquente, o VAMPIRO GOLPISTA, aquele que não tem autoridade pra executar nenhuma polítca de Estado, visto que sua pauta, prioridades e idéias não foram submetidas e aprovadas pelas urnas, TEMER falou de quadrilhas, de crime organizado, de BANDIDOS

    adjetivos que eu, modestamente, reputo serem cabíveis a milícias de políciais que agem fora e contra as leis (aliás, imitando a Lava Jato e o STF também)

  3. Bem…

    Como eu disse, é o controle da narrativa que importa.

    Está aí, mais rápido, bem mais rápido que imaginava.

    Claro que os assessores do golpista vampiro deram a ele o panorama a ser explorado, relatando inclusive a repercussão entre a chamada “esquerda digital”.

    Mais uma bomba semiótica deles!

  4. A hipocrisia é o alimento

    A hipocrisia é o alimento desses temeristas-golpistas-ladrões. Aceitar a intervenção militar (argh) por conta desse assassinato é, em si, praticar outro assassinato, pois, os assassinos estão dentro eou vinculados ao policiamento, nunca a qualquer traficante, ladrão ou gato de televisão. São os POLIÇAS.

  5. A Polícia Militar do Rio de
    A Polícia Militar do Rio de Janeiro disse em nota oficial, que não é necessário a ajuda da PF neste caso.
    Ou seja, ninguém é obrigado criar provas contra si.

    Como este caso teve grande repercussão, não duvido que arrumem uns três buchas para segurarem este pepino. Serão apresentados numa entrevista coletivas em rede nacional. O general, litúrgicamente, irá dizer como chegaram aos militantes.

    Todos pretos e favelados, é claro. E assim a justiça será feita.

    E vida que segue.

  6. Já passou da hora da

    Já passou da hora da Sociedade Civil declarar esse desgoverno como ilegal, tanto faz ser executivo como legislativo como judiciário. Estão todos na ilegalidade. E tem mais: essa morte é só amostra grátis do que são capazes de fazer. Quem já derrubou um avião com um ministro do Supremo, que não estava afinando com a “SURUBACRACIA”… é capaz de qualquer coisa. Esse crime, cheira a trabalho de Polícial do Rio. Mas, se for puxar a corda, chega nos gabinetes de Brasília. Assim como o tráfego de drogas no atacado também.

  7. Temer

    Acho que o momento em que estamos vivendo é pior que a ditedura militar, nunca pensei que o passado voltasse e piorado.

  8. Investigação do assassinato da VEREADORA MEIRELLE.
    MARIELLE, A PRIMEIRA VÍTIMA DA INTERVENÇÃO MILITAR COMANDADA PELO GOLPISTA LADRÃO MICHEL TEMER.VIRÃO OUTRAS, ESCREVAM ISSO AÍ.FOI ASSIM NO GOLPE DE 64, MATARAM UMA, DEPOIS DUAS, TRES E NÃO TEM CONTA QUANTAS MAIS MORRERAMO vídeo no link abaixo, mostra um caso, comprovado, documentado por descuido dos militares, mas quantos outros casos identicos nunca foram mostrados e nem apareceram na contagem dos mortos.— Torturada e Morta, Aurora Maria Nascimento Furtado:https://www.youtube.com/watch?v=qyFnYNVlhFo SE AS INVESTIGAÇÕES NÃO FOREM AUDITORADAS POR GENTE HONESTA, PROBA E APARTIDÁRIA, ELES VÃO INCRIMINAR A MEIRELLE POR SUA MORTE, E ATÉ PODERÃO DIZER QUE ELA MATOU O MOTORISTA E SE MATOU, DEPOIS SAIU DO CAROO E DEU VÁRIOS TIROS PARA DENTRO DO CARRO E VOLTOU AO CARRO, MESMO JÁ ESTANDO MORTA.É ASSIM QUE FUNCIONAM AS  INVESTIGAÇÕE MILITARES, POLICIAIS E DE TODOS FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS DO JUDICIÁRIO QUANDO O CRIME É EXECUTADO POR ELES MESMOS.

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome