Imprensa começa a questionar apoio de Temer aos planos de Cunha

Jornal GGN – O núcleo duro do governo ]de Michel Temer (PMDB) pode tentar negar, mas “o fato é que o interino teve papel de proa na construção da saída de Cunha do cargo”. É assim que a Folha de S. Paulo descreve, a exemplo de outros jornais, a participação de Temer na renúncia de Cunha à presidência da Câmara. “Eduardo Cunha só aceitou jogar a toalha sob a promessa de que não seria abandonado pelo governo no dia seguinte.”

O jornal não só não escondeu que Temer trabalha ativamente para dar a Cunha o que ele quer em troca da renúncia – um presidente da Câmara que deixe penetrar sua influência na Casa, além de não trabalhar para aprovar sua cassação em plenário – como também publicou um editorial condenando a postura do interino.

Jorge Bastos Moreno, em O Globo, escreveu: “(…) Já passou da hora também de o presidente Michel Temer mostrar à nação que não existe cordão umbilical ligando-o a Cunha.”

Há algumas semanas, aliás, o esforço de Temer para atender as demandas de Cunha tem preenchido as páginas de jornais e corrido pela internet sem nenhuma surpresa. “Os rumores sobre a renúncia só deslancharam após uma conversa privada entre Temer e o deputado afastado, há cerca de 15 dias. Foi quando Cunha verbalizou que aceitaria renunciar ao posto na Câmara, desde que tivesse apoio do Planalto para tentar reverter a tendência de cassação do seu mandato.”

Temer, além de não despertar a fúria do poderoso aliado, também ganha com a renúncia, pois surge a oportunidade de emplacar um presidente da Câmara próximo à cúpula do PMDB, que não deixe a Casa se fragmentar em votações de interesse do Planalto.

Leia também:  A fome é real: nota do Ibase sobre a declaração de Jair Bolsonaro

Com sinal verde do presidente interino, Cunha segue com o plano de ganhar uma sobrevida na Casa, mesmo com aliados totalmente descrentes de que ele vai conseguir salvar o mandato.

Na própria quinta (7), após a renúncia, Cunha entrou na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) com um recurso solicitando que seu processo de cassação volte ao Conselho de Ética para ser votado novamente. 

A expectativa é de que o presidente da CCJ, Osmar Serraglio (PMDB), após conversar com Temer, acolha o pedido de Cunha em decisão unilateral e faça o processo voltar à estaca zero. Tudo isso, claro, após o recesso parlamentar da Câmara, dando mais prazo para Cunha tentar reverter a situação.

Paralelamente, Cunha tenta emplacar Rogério Rosso (PSD) na presidência da Câmara. A eleição deve ocorrer na próxima semana, após um acordo de líderes.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

15 comentários

  1. Em outras palavras, ele trama

    Em outras palavras, ele trama abertamente por anos a fio, e AINDA nao tem prisao preventiva decretada…

  2. sucessao na camara

    pra quem não se lembra, rogerio rosso foi interino também, aqui em Brasilia. A situaçaõ aqui na capital ficou “russa”. Nao conseguiu sequer mandar aparar os gramados da capital, Virou tudo um matagal. E são essas capacidades que ganham espaço no governo “uterino”

  3. CUIDADO, JORGE BASTOS GOLPISTA MORENO

    CUIDADO, JORGE BASTOS GOLPISTA MORENO

    Diz a matéria que Jorge Bastos Golpista Moreno, em O Globo, escreveu: “(…) Já passou da hora também de o presidente Michel Temer mostrar à nação que não existe cordão umbilical ligando-o a Cunha.”

    Cuidado, jornalista golpista da Globo: se for assim, então podemos exigir que você corte a sua língua para separá-la do saco de Temer.

  4. No creo

    Querem que Temer se livre o mais rapido possivel do indesejado Cunha. Mas Cunha tem Temer em suas mãos, uma delação premiada de Cunha poderia ser fatal para Temer e quem sabe se até os Marinho não poderiam cair na delação do Cunha ? Mas enfim,  a impensa, como os politicos, é também é muito hipocrita.

  5. Estamos ferrados!

    OS Marinhos não ficaram bilionários com o golpe de 64?

    Cunha também quer…

    Vamos ter MILHÕES DE CUNHAS…

    Ele está fazendo escola…

    Empresas vão ser extorquidas

    Não haverá mais licitações sem propina!

    Nada escapará – nem Municipal, Estadual ou Federal

    TODO MUNDO ESTÁ VENDO!

    A máfia PESADA DO MUNDO VAI DESEMBARCAR FORTE NO BRASIL!

    Juiz que não vender sentença, vai ser ameaçado, suas famílias serão ameaçadas, serão chantageado!

    A justiça não se deu ao respeito!

    É isso que estamos construindo para o futuro com ajuda da justiça, do MP e PF!

    Estou exagerando?

    Basta olhar para o que está acontecendo e ver como a mídia acoberta isso por seus interesses!

    Prestar atenção ao judiciário, MP e PF que estão inerte e os fatos estão acontecendo!

    Dilma será destituída por fraude na constituição e corruptos CONTUMAZES são tratados por Vossa Excelência!

    Bandido não entende isso?

    Os jornais de todo mundo estão falando da bandidagem institucionalizada no Brasil!

    É brincadeira…

    Empresa para se instalar no Brasil tem que separar dinheiro para propina!

     

  6. Cassado e preso

    Mesmo trancafiado  em uma penitenciária de segurança máxima, Cunha cai continuar a ditar os rumos no Congresso e na polìtica. Sua influência não termina com a prisão. Ele tem, não só Temer, como muitis outros na mão. O homem é maquiavélico. Até conseguir chorar como jogo de cena ele consegue.

  7. Temer tem o rabo preso !

    “Passou da hora de Temer mostrar que não tem cordão umbilical ligado a Cunha”, isso ele pode, o que poderá é mostrar o rabo que está muito preso. O presidentozinho ilegitimo não tem saída, ou apoia o Cunha ou termina na jaula antes do pastorzinho mequetrefe

  8. Cunha

    Um mistério que precisaria ser desvendado ! Se nem o MPF , o STF e o GRANDE Moro não tem vontade e culhões para isso, quem teria ? Se ele contribuiu e muito para o impedimento da Presidente Dilma, está totalmente blindado aqui e no exterior. E tem gente que ainda tem dúvidas sobre os interesses americanos no golpe. Se eles colocaram o Serra como Ministro, isto sinaliza o que ?.

    Enquanto a Presidente Dilma vai ,com toda a certeza,  ser impedida por filigranas do orçamento, e a justiça não vê o que está acontecendo no novo governo ? Está caladinha !  Se o Delcídio foi preso em um dia, por ter caído na trama urdida pelo Moro, qual seria a razão de o Cunha jamais ter sido chamado p/ 1 interrogatório, assim como o aécio ?

    Está tudo dominado, sem um tiro  que seja. Saiu barato e muito p/ o governo e os grandes empresário norte americanos. Prá mim esta é a única razão para, até o Levandowisk, ser engolfado. Quanto aos demais ministros e o PGR jamais foram indicados pelo PT, e mas sim pelos seus colegas de toga. O Lula e a Dilma pensaram que estavam lidando com pessoas sérias, afinal são tão “estudados”. Só que estudo não dá caráter p/ ninguém.

     

  9. Temer presenteia teles com R$ 17 bilhões
    Temer presenteia teles com R$ 17 bilhões 08/07/2016 Por Altamiro Borges, no Blog do Miro. Tendo como principal lobista na Câmara Federal o ex-presidente Eduardo Cunha, as poderosas multinacionais das telecomunicações foram acusadas diversas vezes de participarem da trama golpista que resultou no impeachment da presidenta Dilma. Agora, com o Judas Michel Temer, elas serão recompensadas com uma medida que dilapida o patrimônio público. Sem maior escarcéu, o Estadão informou nesta terça-feira (5) que o governo interino pretende “transferir para as teles um patrimônio de R$ 17 bilhões”. A medida escancara os verdadeiros objetivos do “golpe dos corruptos”, bancado pelos ricaços, que serve unicamente aos interesses do grande capital. Somente os “midiotas” caíram na conversa fiada das “pedaladas fiscais” e da “salvação nacional”.

    Segundo a reportagem, assinada pelos jornalistas Eduardo Rodrigues e Adriana Fernandes, “o pacote de estímulo à economia que está sendo preparado pelo governo do presidente em exercício Michel Temer inclui mudanças regulatórias nas regras do setor de telecomunicações que podem liberar, nos cálculos da equipe econômica, até R$ 17 bilhões em patrimônio das operadoras… De acordo com uma fonte da equipe econômica, o governo decidiu acelerar o processo de alteração da Lei Geral de Telecomunicações (LGT), que irá substituir o atual modelo de concessões no setor por um novo ambiente, o de autorizações. Com essa mudança legal, os atuais contratos de telefonia fixa que acabariam em 2025 serão reconfigurados, liberando as empresas do setor a investirem sem se preocuparem em ter de devolver ativos para o Estado na próxima década. A devolução desses ativos estava nos contratos de concessão”.

    Deixando de lado a retórica técnica do Estadão, um jornal que sempre foi entusiasta do desmonte do Estado, o governo privatista de Michel Temer pretende transferir às teles os imóveis e toda a infraestrutura – os chamados “bens reversíveis” –, que seriam devolvidos após o prazo da concessão pública do serviço. Segundo cálculos preliminares, este patrimônio dos brasileiros vale, atualmente, cerca de R$ 17 bilhões – computando-se os edifícios e as redes de cabos e fibras ópticas. Ele simplesmente será entregue às multinacionais do setor – que hoje prestam um serviço de péssima qualidade, cobram tarifas exorbitantes, auferem lucros astronômicos e transferem fortunas ao exterior. Para o decadente jornal da famiglia Mesquita, que apoiou o golpe, esta medida é positiva:

    “Esse conjunto de edifícios, instalações e redes de cabos e fibras hoje estão imobilizados por serem indispensáveis à prestação dos serviços no fim das concessões. Mas, com a mudança na legislação, passariam a ser administrados de maneira idêntica aos ativos de companhias que operam sob o regime privado. Ou seja, poderiam ser vendidos ou dados como garantia na obtenção de financiamentos, alavancando imediatamente a capacidade financeira das teles. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mantém uma lista atualizada desses ativos, cujo valor se aproxima dos R$ 17 bilhões previstos pelo governo. Segundo auditoria feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU), no entanto, esse valor seria de R$ 105 bilhões… A disposição do governo em acelerar o processo de mudança no marco legal pode ajudar a Oi, que no dia 20 de junho entrou com o maior pedido de recuperação judicial da história do País, no valor de R$ 65 bilhões”.

    As poderosas multinacionais do setor, as famigeradas teles, agradecem tanta generosidade do serviçal Michel Temer e à pusilânime mídia nativa. 

  10. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome