Lula diz que pode ser candidato em 2018 para manter programas sociais

lula_telesur.jpeg
 
Jornal GGN – Em entrevista para a rede de televisão Telesur, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que pode ser candidato à presidência da República em 2018 para evitar a “destruição das políticas de inclusão social”. Entretanto, Lula admitiu que não gostaria de se ver candidato e que tenta construir a candidatura de alguém mais jovem que ele.  “Eu trabalho com a ideia de que possamos construir a possibilidade de uma outra candidatura, de ter uma pessoa mais nova que não foi presidente. Eu já fui presidente, não preciso ser presidente outra vez”, afirmou.
 
Sobre o governo de Michel Temer, Lula diz que o presidente interino atua como se já estivesse definitivamente no cargo, afirma que a gestão do peemedebista não quer “enxegar os BRICS” e que “virará as costas para a América do Sul”. Para Lula, é um equívoco o governo interino ter suspendido a contratação de mais de  11 mil moradias no programa Minha Casa, Minha Vida.

 
O ex-presidente também afirmou que o processo de impeachment da presidente Dilma ainda pode ser revertido no Senado, afirmando que é possível convencer alguns senadores. “Inclusive com alguns arrependidos com o que o Michel Temer fez na Presidência da República”, disse. Assista a íntegra abaixo:

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  MP que modifica o Coaf permite indicações políticas

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome