Militares decidem se o povo vai viver numa democracia ou ditadura, diz Bolsonaro

Forças Armadas são "o último obstáculo para o socialismo" e ela é "quem decide se o povo vai viver em uma democracia ou ditadura", disse o presidente

Jornal GGN – O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta segunda (18), que as Forças Armadas são “o último obstáculo para o socialismo” e que ela é “quem decide se o povo vai viver em uma democracia ou ditadura”.

A declaração foi dada pela manhã a apoiadores, na saída do Palácio da Alvorada, criticando o “socialismo” e o governo do presidente venezuelano Nicolás Maduro.

“O pessoal parece que não enxerga o que o povo passa, pra onde querem levar o Brasil, para o socialismo. Por que sucatearam as forças armadas ao longo de 20 anos? Porque nós, militares, somos o último obstáculo para o socialismo”, disse.

Acrescentando: “Quem decide se o povo vai viver em uma democracia ou ditadura são as suas Forças Armadas. Não tem ditadura onde as Forças Armadas não a apoiam”.

O mandatário brasileiro reconheceu o apoio dos militares ao seu governo e disse, ainda em seu discurso, que “tudo pode mudar”, usando como exemplo Fernando Haddad (PT).

“No Brasil, temos liberdade ainda. Se nós não reconhecermos o valor destes homens e mulheres que estão lá, tudo pode mudar. Imagine o Haddad no meu lugar. Como estariam as Forças Armadas com o Haddad em meu lugar?”.

Haddad respondeu, nas redes sociais, que caso fosse presidente, “as Forças Armadas estariam prestigiadas no seu devido lugar”.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora