Ministros discutem hoje possível cortes de bolsas da Capes

da Agência Brasil

Ministros discutem hoje possível cortes de bolsas da Capes

Pelos cálculos da Capes, 93 mil estudantes podem ser prejudicados

Os ministros do Planejamento, Esteves Colnago, e da Educação, Rossieli Soares, devem se reunir hoje (3), às 15h, no Ministério do Planejamento, para buscar alternativas às mudanças no orçamento do Conselho Superior da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) previsto para 2019.

A medida, de acordo com a Capes, põe em risco o desenvolvimento de pesquisas científicas em curso em distintas áreas. Segundo a coordenação, se os cortes previstos forem mantidos, haverá a suspensão das bolsas de pós-graduação e de programas de formação de professores, a partir de agosto de 2019.

Pelos cálculos da Capes, a iniciativa deve prejudicar 93 mil estudantes dos cursos de pós-graduação e ainda 105 mil que deixariam de receber as bolsas de estudo de três programas – Iniciação à Docência, a Residência Pedagógica e a Formação de Professores da Educação Básica.

A Capes informou ainda que há ameaças ao funcionamento da Universidade Aberta do Brasil, afetando a formação de mais de 245 mil professores da rede pública, em 600 municípios.

Nota

Em nota, os dois ministérios (Planejamento e Educação) informaram que o valor global do orçamento é definido pelo pela pasta do Planejamento, mas cada ministério decide como distribuir os recursos internamente.

Há uma brecha para alterações, de acordo com a nota, porque o Projeto de Lei Orçamentária pode mudar até o dia 31 de agosto – prazo máximo para a proposta ser enviada para votação no Congresso.

Orçamento

Leia também:  Dados da Moderna sobre vacina para coronavírus são insuficientes, dizem especialistas

O Projeto de Lei Orçamentária Anual para 2019 ainda não foi divulgado oficialmente pelo governo federal. No Orçamento deste ano, o valor destinado ao Ministério da Educação (MEC) é R$ 23,6 bilhões.

Para o próximo ano, a previsão é que o MEC fique com R$ 20,8 bilhões no Orçamento da União – um corte de 12%, que foi repassado proporcionalmente à Capes.

A redução orçamentária é resultado da decisão de limitar a despesa pública instituída pela Lei do Teto de Gastos.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

5 comentários

  1. Quem Não Aprende pelo Amor, o Faz pela Dor!

    Quantos dos bolsistas não foram na passeata do Pato Amarelo? Agora poderiam pedir bolsa ao próprio pato! Quando se está no caminho certo, até os “ESTUDADOS” (inclui-se aqui cientistas e bolsistas) agem como a direita os direciona, são manipulados. Portanto, agora chega a conta. Como eu voto neste brasil varonil: Análise: “O pior inimigo do Brasil é a grande mídia, que é de direita”, portanto temos que tentar aniquilar a grande mídia! Meu ato: “No segundo turno sempre voto no candidato que a grande mídia (GLOBO) é contra, FIM! Não importa quem seja, certamente, ao País, será menos maléfico que aquele que é apoiado pela GLOBO e grande mídia!!!!!!! 

    Grande parte dos bolsistas e cientistas, acredito, terá saudades daqueles que derrubaram (centro esquerda que estava no poder – Dilma) indo às passeatas do PATO AMARELO e apoiando o golpe, agora, quem sabe aprendem!

    Quem Não Aprende pelo Amor, aprende pela Dor!

    Boa sorte, bolsistas e cientistas!!!!!!

    • Isso é de uma CRETINICE exemplar

      É uma tática já velha. Toda vez que um segmento profissional era prejudicado pelo governo, vinham uns tolos aqui, muitas vezes trolls (imagem de jofraj…), dizer que “bem feito, eram cochinhas”. No fundo essa tática só visa atenuar possíveis reaçoes críticas às medidas por parte dos leitores dos blogs progressistas. Foi nas universidades que houve as maiores reaçoes ao golpe. Nao é à toa que a PF tá abrindo tantos processos contra professores, tentando calar os mais combativos e intimidar os outros. A universidade pública está sob ataque, querem privatizá-la, e vêm esses imbecis com papo pseudo progressista batendo palmas para isso. Que vão se catar! 

      • Se me permite

        Conheço inúmeros professores de departamento da UFMG que apoiaram o golpe. Agora estão sentindo o golpe ( primo do Nassif está aí para não me deixar mentir sozinho).

        • Sugiro um curso rápido de Lógica

          Que te ensine a diferença entre os quantificadores Existencial e Universal. Ora, ora, haver alguns indivíduos de uma classe que foram a favor do golpe — o que há EM TODAS AS CATEGORIAS, o golpe teve apoio de grande parte da sociedade, sobretudo na classe média — quer dizer que todos, ou mesmo a maioria, daquela categoria foram? Francamente!

  2. cegos

    Estariam cegos os paneleiros ao não começar bater em suas caçarolas e penicos num momento em que o Brasil entrega até o kú das calças ao mercado ao mesmo tempo em que falta dinheiro para tudo? Período no qual o Brasil está baratinho à preço de xepa.

    De qual tamanho é o apartamento do Gedel/Temer/Golpe/Militares/Justiça/comTudo para guardar o dinheiro apurado nas tenebrosas transações de venda do patrimônio do Brasil?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome