Mourão volta atrás sobre acabar com a reeleição para presidente

Fim dos 8 anos de mandato presidencial passou de uma bandeira de campanha para uma mudança de opinião, mostrou o vice Hamilton Mourão

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O vice-presidente Hamilton Mourão voltou atrás em uma das bandeiras de campanha de Jair Bolsonaro ao pleito de 2018 para conquistar o eleitorado: o fim da reeleição. Agora, o general acredita que Bolsonaro poderá precisar de uma mandato a mais.

A declaração esteve entres os minutos concedidos de entrevista à RedeTV, divulgada na última sexta-feira (08). Ao jornal, o general disse que se Jair Bolsonaro conseguir aprovar as reformas, equilibrar o défict fiscal e aumentar a segurança no país, “isso pode acender no presidente a visão de que, para completar o trabalho, ele precisa de outro mandato”.

E sobre a turbulenta união do vice com o atual mandatário, Mourão disse que se Bolsonaro optar por um mandato a mais, em um total que seriam 8 anos, e o quiser como vice, “a gente continua”.

Diante dessas palavras, levou um susto o autor do projeto no Congresso que determina o fim da reeleição ao mandato presidencial, o senador Jorge Kajuru (PSB-GO), que antes acreditava contar com o apoio do Planalto para a proposta. Em entrevista ao blog de Tales Faria, do Uol, Kajuru disse que viu o vídeo e ficou “aturdido”.

“Não posso crer que o presidente e o vice esqueceram do tanto que propagaram pelo fim da reeleição. A gente conhece um homem pela palavra”, manifestou o senador, indignado.

“Eu vou lutar com todas as forças para dar fim à reeleição no Executivo. Até aceito o mandato chegar aos 5 anos. Todavia, reeleição nunca mais. Este é o projeto que preparei e não recuarei. Nem para tomar impulso”, acrescentou ao blog.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora