Conferência com Wanderley Guilherme dos Santos debate futuro da democracia

Jornal GGN – No dia 7 de dezembro, o Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz debate o rumos da democracia e a conjutura do país com o cientista político Wanderley Guilherme dos Santos, professor aposentado da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e pesquisador titular da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

O evento será realizado no auditório térreo da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, no Rio de Janeiro, e terá transmissão pela internet, com perguntas abertas ao público. Saiba mais abaixo:

Do Centro de Estudos Estratégicos/Fiocruz

Para onde vai a democracia no Brasil, em um cenário de retrocesso e perdas de direitos sociais garantidos na Constituição de 1988? Em novo evento da série Futuros do Brasil, o Centro de Estudos Estratégicos da Fiocruz (CEE-Fiocruz) convidou para analisar a atual conjuntura do país o cientista político Wanderley Guilherme dos Santos. Professor aposentado de Teoria Política da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e pesquisador titular do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Iesp/Uerj), Wanderley Guilherme fará a conferência Democracia: qual futuro?, dia 7 de dezembro de 2016, às 13h30, no auditório térreo da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz). O evento será também transmitido via internet, com participação do público que poderá enviar perguntas online ao conferencista.

“A conferência tratará da sincronização entre a ruptura conservadora no Brasil, em 2016, e as sucessivas transformações nas democracias europeias, incluindo as nórdicas, agora chegando às Américas”, adianta o professor. “Não obstante as peculiaridades nacionais, o que vem ocorrendo em todos os países é a exclusão das representações populares fora do circuito de poder e gradativa criminalização das manifestações de participação fora dos canais de representação legislativa”, analisa.

Leia também:  Brasil introduz tecnologia de vigilância contra coronavírus

Para Wanderley Guilherme, o futuro da democracia redistributiva, “ao qual se acrescentam os temperos nacionais”, como observa, “é sombrio”, em qualquer lugar do mundo. “A não ser por revoluções políticas e institucionais profundas, cuja viabilidade, no momento, é zero”, ressalva.

Compareça ou conecte-se! E participe!

Sobre o conferencista
Wanderley Guilherme dos Santos é cientista político, autor de livros e artigos na área de Ciências Sociais. É doutor em Ciência Política pela Stanford University (1979), com a tese Impass and crisis in Brazilian politics, e fez o pós-doutorado em Teoria Antropológica na UFRJ, em 1986. É professor aposentado de Teoria Política da UFRJ e pesquisador sênior do Instituto de Estudos Sociais e Políticos, (Iesp-Uerj). Recebeu da Associação Brasileira de Ciência Política o Prêmio Victor Nunes Leal, pelo livro Horizonte do desejo – Instabilidade, fracasso coletivo e inércia social (Editora FGV, 2006)e, da Academia Brasileira de Letras, o prêmio na categoria Ensaio, pelo livro O cálculo do conflito: estabilidade e crise na política brasileira, publicado pela UFMG (2004), entre outras premiações.

CEE-Fiocruz – Futuros do Brasil
Democracia: qual futuro?
Conferência de Wanderley Guilherme dos Santos
Data: 
7 de dezembro de 2016

Horário: 13h30

Local: Auditório térreo da Ensp/Fiocruz (Rua Leopoldo Bulhões, 1.480, Bonsucesso, Rio de Janeiro)
Transmissão via internet pelo blog do CEE-Fiocruz: http://cee.fiocruz.br/

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome