Os sujos na rodinha, por Sergio Saraiva

roda suja

A paralisação dos caminhoneiros trouxe muito mais estragos do que os provocados pelo desabastecimento de combustíveis nas cidades e de ração para animais nas fazendas de aves e suínos. Alguns personagens saem desse episódio com a imagem seriamente avariada.

Michel Temer – com cartazes de Fora Temer a direita e a esquerda, Temer não tem mais para onde correr. O paradoxal disso é que Temer é indestrutível. Em dois anos, enfrentou duas denúncias da Procuradoria Geral da República e um movimento paredista com ares de greve geral e tentativa de derrubada do governo. E continuou no governo. Foi derrotado em todas as suas vitórias.

Rede Globo – tal qual Temer, apanha – infelizmente para seus jornalistas, literalmente – da direita e da esquerda. Aliás, a extrema direita tomou emprestado da esquerda os gritos de “Fora Temer” e “abaixo a Rede Globo”.

globo caminhoneiros

Pedro Parente – recebeu da grande mídia o tratamento devido ao grão tucanato, quando em crise: o manto da invisibilidade e a tentativa de transferência dos seus erros para a conta do PT.  Pode ainda continuar à frente da Petrobras, mas é um pato manco. Não encontrará apoio para bancar sua estapafúrdia política de preços. Em ano de eleição, isso é fatal.

Pensamento conservador – a ideia de que o livre mercado traria a auto regulação e o crescimento geral foi destruída. Atropelada por uma economia parada por caminhões parados e a aprovação desse movimento por 87% da população. Vá até a página de arautos como o MBL ou o “Vem pra Rua”. Estão fechadas por falta de combustível. A classe média com galões em fila de posto de gasolina e sob o risco de faltar papel higiênico nos supermercados deve ter se sentido em pleno governo bolivariano. Como defender que era só tirar a Dilma que tudo se resolveria?

venezuela é aqui

Intervenção Militar – em meio às vitórias várias dos caminhoneiros, há um derrotado.  Aquele que sonhou que o Exército tomaria o poder. Desta vez, as vivandeiras não foram apenas bolir com os granadeiros. Mais do que isso, prepararam-lhes a cama, mas os militares se recusaram a deitar com elas. O que acontecerá a partir dessa rejeição ainda é mistério. Mas, sem dúvida, algumas ilusões armadas foram desfeitas.

intervenção militar

Ministério Público e Judiciário – sempre tão ativos quando e trata do PT, sumiram. Sem opiniões nas redes sociais, sem jejuns ou convicção.

Partidos de esquerda – um poderoso movimento popular do qual não participaram, nem foram convidados. Poderia se dizer o mesmo dos outros partidos, mas esses não participariam mesmo. É um caso para se estudar.

 

PS: Oficina de Concertos Gerais e Poesia – mantendo a vela acesa que é para a bruxa não voltar.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

4 comentários

  1. Os….

    Matéria exemplar, mesmo porque não deixou de fora as forças e partidos de esquerda, que deveriam ter capitaneado toda esta revolta e pressão popular. E simplesmente ficaram bovinamente assistindo e até combatendo tal movimento. Mas o que realmente importou em todo este acontecimento foi a revelação que Democracia é Democracia. Plena, Livre, Absoluta, Facultativa. Não a farsa em que vivemos. Não existem donos da representação social ou popular. Mesmo que se rotulem como tais. Só existe uma Democracia: ‘Do Povo, pelo Povo, para o Povo’. O resto é fraude ou ditadura. Ambas continuam a dominar a representação politica brasileira, que muito pouco representa a Sociedade. Mesmo as de esquerda, como vimos. “Liberdade, Liberdade…Abra as Asas sobre Nós…”   

  2. Os sujos na rodinha, por Sergio Saraiva

    Mais uma vez a esquerda ficou perdida com um movimento. 

    Se não tinha clareza do comando, ou tinha, deveria participar com suas propostas além da mera queda no preço do diesel. Estava maturando a queda do entreguista Parente e uma, difícil, recomposição dos ativos da Petrobras mediante a participação popular. Ao menos teriam erguido a bandeira do “Petróleo é Nosso”, como já foi dito. E dado mais um empurrão ladeira abaixo do bando governista.

    Perdeu o bonde da história.

    Agora, mais uma vez, corre atrás do prejuízo.

    Será que só sabem fazer cálculos políticos e ficar em reuniões ?

    Quem sabe faz a hora.

    Ainda estão embalados pelo profundo apoio popular à Lula. Esquecem que tudo pode mudar, basta um conservador qualquer ter o apoio da Globo numa virada teatral rumo aos objetivos dos governos Lula/Dilma e a vaca vai para o brejo com a soga de arrasto.

     

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome