Percentual de famílias endividadas sobe para 57,1% entre junho e julho

reais_marcos_santos_usp_imagens_2_3.jpg
 
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
 
Jornal GGN – Dados da Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, elaborada pela Confederação Nacional do Comércio de Bnes, Serviços e Turismo (CNC), mostram que houve um aumento no percentual de famílias endividadas no Brasil, que saiu de 56,4% em junho para 57,1% em julho.
 
Apesar da alta na comparação com o mês anterior, o índice apresentou recuo na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando o endividamento estava em 57,7%. 
 
O percentual de inadimplentes, aqueles que têm contas ou dívidas em atraso, atingiu  24,2% em julho deste ano, um percentual menor que junho (24,3%), mas maior que julho de 2016 (22,9%).

 
A pesquisa também aponta que as as famílias que não terão condições de pagar suas dívidas ficaram em 9,4%, abaixo do índice registrado em junho (9,6%), e acima do verificado no mesmo mês do ano passado (8,7%).
 
De acordo com a CNC, a maioria das dívidas das brasileiros é com cartão de crédito (76,8%). Depois, aparecem os carnês, com 15,4% do total das dívidas, o crédito pessoal (11%), financiamento de carro, com 10,1% e financiamento imobiliário, com 8%. O tempo médio de atraso nos pagamentos é de 63,1 dias.
 
Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Manifesto de ex-dirigentes da Andifes em defesa das universidades federais

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome