Polícia do Rio crê em envolvimento de Carlos Bolsonaro no caso Marielle, diz Kennedy Alencar

Este é um novo rumo tomado pelas investigações do assassinato da vereadora Marielle e do motorista Anderson Gomes

Jornal GGN – Segundo Kennedy Alencar, a Polícia Civil do Rio trabalha com a hipótese do envolvimento do vereador Carlos Bolsonaro no caso. Este é um novo rumo tomado pelas investigações do assassinato da vereadora Marielle e do motorista Anderson Gomes, colhida pelo comentarista em informações de bastidores.

Segundo Kennedy, esta linha de investigação liga Carlos Bolsonaro com Ronnie Lessa, conhecido assassino profissional do Rio acusado de ter atirado em Marielle e Anderson.

Já é sabido que Carluxo e Marielle discutiram publicamente na Câmara Municipal e alguns relatos da recusa do filho de Bolsonaro em entrar em elevador caso Marielle estivesse nele. A hostilidade existia entre os dois. A policia está cautelosa, mas a hipótese faz parte das apurações de um caso que se arrasta por 616 dias.

Outra vertente da investigação é de que Domingos Brazão, ex-deputado e ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Rio, tenha sido o mandante do assassinato da vereadora Marielle.

Ouça o áudio clicando aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Agora no PSDB, Bebianno critica Bolsonaro: "é fábrica de problemas"

1 comentário

  1. Cadeia nele , afinal os bolsonaristas não são acima de qualquer suspeita , perfeitos na ética e nos bons costumes .
    Quero ver quando alguém levantar esse tapete o que pode sair ?
    Esqueletos , dólares , declarações de amor a banqueiros e latifundiários.
    Ou quem sabe as tábuas da Geórgia!!!!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome